Adventures adquire ECAN e avança na estratégia de verticalização de serviços em e-commerce

Movimento faz parte da estratégia para a criação de um ecossistema de e-commerce capaz de atender do começo ao fim suas marcas próprias e acelerar a estratégia de clientes
 (Adventures/Divulgação)
(Adventures/Divulgação)
D
Da Redação

Publicado em 01/08/2022 às 14:40.

Última atualização em 01/08/2022 às 14:41.

A Adventures acelera na estratégia da recém criada unidade de comércio eletrônico e já faz sua primeira aquisição, três meses após o anúncio da chegada do seu novo sócio, o ex-VTEX Felipe Dellacqua. Com a aquisição da ECAN, uma das principais agências de performance e implantação do mercado de e-commerce, a Adventures traz um ativo importante para dentro de casa, como parte de sua estratégia de criação de um ecossistema de full commerce, capaz de atender suas marcas próprias e acelerar a estratégia de clientes. 

Com a aquisição, a empresa fundada por Rapha Avellar, Ricardo Dias e Gerard Roure dá mais um passo em sua estratégia para acelerar marcas e criar o maior ecossistema de marcas próprias da América Latina. O movimento acontece após o anúncio do aporte de R$ 50 milhões, que foi liderado pela Provence Ventures com participação estratégica do Mercado Livre.

Para reforçar a estratégia e representando um grande passo da companhia em direção ao mercado de e-commerce, o empreendedor e investidor Felipe Dellacqua passou a integrar o time de sócios da Adventures neste ano. Com uma carreira ligada fortemente ao segmento, Felipe se destaca com mais de 16 anos de experiência nas frentes de varejo, gestão e marketing, incluindo sua passagem como sócio e VP pela VTEX.

“Cheguei com o objetivo de acelerar nosso desenvolvimento em um dos mercados mais promissores da América Latina. Temos o objetivo de lançar cerca de sete marcas próprias ao longo deste ano”, pontua o sócio e VP da divisão de ecommerce da Adventures, Felipe Dellacqua. “E, para marcar o início dessa operação promissora, estamos investindo em nossas primeiras aquisições e já temos outras em nosso radar. O ano de 2022 será um marco em nossa história como companhia e um movimento forte de consolidação no setor”, acrescenta.

De olho na operação full commerce

Parte da estratégia da Adventures é colocar em prática seu processo de criação, desenvolvimento e aceleração de marcas nativas digitais em sociedade com celebridades que, por meio de tecnologia proprietária e dados do clique à entrega, possibilitem a melhor experiência ao cliente. Para que isso ocorra, a empresa fará uma série de investimentos para viabilizar toda a infraestrutura necessária, entre eles a compra de companhias com expertise reconhecida no segmento de e-commerce.

“Esse movimento de aquisição é fundamental para desenvolvermos nosso pilar de operação por meio de um parceiro com estrutura e conhecimentos consolidados para garantir o funcionamento de nossas marcas de ponta a ponta. Com isso, estamos desenhando um projeto robusto, capaz de atender as nossas DNVBs e marcas parceiras que busquem a Adventures como um parceiro estratégico para seus negócios”, avalia Dellacqua.

Já a chegada da Ecan, representa um passo importante para suportar o processo de implantação e evolução das marcas. Além disso, a agência de performance digital 100% focada em e-commerce, liderada por Daniela Aquino, conta com mais de 12 anos de expertise e uma base de mais de 70 clientes como Tommy Hilfiger, Michael Kors, Tory burch, Carolina Herrera, Tod's, Drogasmil, Supermercado Zonasul entre outros que juntos representam um enorme potencial para a aceleração da vertical de full commerce da Adventures.

"Nossa inspiração sempre foi ser a melhor agência de performance digital do Brasil. Hoje somos referência no segmento em que atuamos e com a aquisição por parte da Adventures nos proporcionará entregar esse trabalho com mais excelência e escala, além de ampliar a nossa oferta de serviços para os nossos atuais e novos clientes."

A Ecan, que tinha dentro do seu quadro de acionistas, o CEO da Legend Capital, Sérgio Eraldo, que além de conselheiro de diversas empresas, também foi sócio fundador da Bozano Investimentos com o atual ministro Paulo Guedes, deixou a companhia após a aquisição.

"A minha experiência como investidor e conselheiro da Ecan foi muito gratificante, seja pela qualidade dos executivos, pelo aprendizado num setor dinâmico e desafiador e pela realização do investimento com um player novo entrante (Adventures) que deve redesenhar este mercado. Ciclo fechado com chave de ouro “

“Os negócios do futuro serão construídos na intersecção entre conteúdo e comércio eletrônico, estes são os catalisadores de resultados da nova era. É lá que o novo consumidor está e para onde estamos caminhando”, pontua o fundador da Adventures, Rapha Avellar. “A chegada do Felipe, a compra da Ecan, e os investimentos que faremos marcam o começo da estruturação da nossa divisão de ecommerce de uma forma nunca vista pelo mercado. Estamos criando uma base robusta para amparar as marcas que irão nascer no nosso ecossistema”.