Santander avalia cisão da GetNet e Rede D’Or define faixa de preço de IPO

Confira os principais destaques corporativos da noite desta segunda-feira

O Santander Brasil (SANB11) informou, após o fechamento do mercado, que aprovou o início de um estudo para segregar as participações acionárias do banco na sua subsidiária de adquirência GetNet, por meio da cisão parcial da companhia.

Segundo fato relevante enviado ao mercado, com a operação, os acionistas da companhia se tornariam acionistas diretos da GetNet, de forma pro rata, com base nas mesmas porcentagens de participação acionária que detêm na empresa. 

Quer saber qual o setor mais quente da bolsa no meio deste vaivém? Assine a EXAME Research

Ainda segundo o banco, a potencial entrega das ações/units da GetNet ocorreria após: i) a concessão de registro de companhia aberta, categoria A, pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM); ii) o registro das ações/units da GetNet nos termos do Securities Exchange Act de 1934 dos Estados Unidos; iii) a listagem das ações/units no Brasil e dos American Depositary Receipts (ADRs) da GetNet nos EUA; iv) aprovação da potencial cisão pelo Banco Central do Brasil.  

Além disso, conclui o comunicado, a potencial cisão e as listagens dependem da finalização do estudo, bem como a obtenção de aprovações necessárias, incluindo de acionistas e dos órgãos reguladores e mercados aplicáveis. 

Conheça a EXAME Invest, o novo canal de investimentos da EXAME

NotreDame Intermédica 

A NotreDame Intermédica (GNDI3) reportou lucro líquido ajustado de 265,5 milhões de reais no terceiro trimestre, aumento de 71% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita líquida somou 2,7 bilhões de reais no trimestre, avanço de 24% na mesma base de comparação. 

Suzano

A Suzano (SUZB3) informou, em comunicado enviado ao mercado, que foi lançada e precificada hoje a emissão de 500 milhões de dólares em títulos de dívida de sua subsidiária integral Suzano Austria GmbH, com yield de 3,100% ao ano e cupom de 3,750% ao ano, a serem pagos semestralmente, a partir de 15 de janeiro de 2021 e com vencimento na mesma data de 2031. Segundo a empresa, a liquidação da operação está prevista para 19 de novembro de 2020. 

IPO

A Rede D’Or definiu faixa de preço por ação em oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) entre 48,91 reais e 64,35 reais, segundo prospecto preliminar publicado na CVM. A oferta envolve a distribuição primária de 146,68 milhões de ações ordinárias e distribuição secundária de até 50,99 milhões de ações ONs. A precificação da oferta está prevista para o dia 8 de dezembro, com início das negociações no Novo Mercado da B3 no dia 10 de dezembro.  

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.