Primeira semana do PIX foi "positiva, suave e segura", avalia BC

Na primeira semana de operação foram feitas 12,2 milhões de operações na plataforma, com um volume financeiro total de R$ 9,3 bilhões

A primeira semana de operação plena do PIX - o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central - foi positiva, com uma operação "suave e segura" da plataforma, na avaliação da autoridade monetária. "O BC considera que essa primeira semana de operação completa foi bastante positiva. Desde o primeiro dia o número de operações atingiu um patamar elevado e não houve grandes intercorrências com a entrada de milhões de usuários no sistema", avaliou o chefe do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Ângelo Duarte.

Ganha pouco, mas gostaria de começar a guardar dinheiro e investir? Aprenda com a EXAME Academy

Ao todo, 735 instituições operam atualmente no PIX. Nos primeiros sete dias de operação plena - até o último domingo - foram feitas 12,2 milhões de operações na plataforma, com um volume financeiro total de R$ 9,3 bilhões.

O índice de disponibilidade do sistema do BC foi de 100% no período, embora algumas instituições tenham tido algum problemas pontuais em seus próprios sistemas.

"Houve um aumento contínuo do uso da plataforma ao longo da semana, com um ticket médio crescente, mostrando que as pessoas estão ganhando confiança no PIX. Houve uma esperada queda no sábado e domingo, mas à medida que o PIX for mais usado em pagamentos de estabelecimentos comerciais, devemos ver mais transações também durante os finais de semana", acrescentou Duarte.

Até domingo, já eram 83,490 milhões de chaves de clientes cadastradas no PIX, sendo 79,8 milhões de pessoas físicas e 3,7 milhões de empresas.

Como cada usuário pode registrar mais de uma chave por conta bancária, o número real de usuários no PIX é de 34,5 milhões de pessoas e 2,2 milhões de firmas com pelo menos uma chave cadastrada no sistema.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.