• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

TR sai do zero após 4 anos. Veja como fica o rendimento da poupança

Taxa Referencial volta a subir com a Selic em patamar mais elevado, mas rendimento da poupança ainda perde para o da renda fixa
A TR, que estava zerada, é projetada agora entre 0,60% e 0,80% no ano: mas ainda continua rendendo abaixo da renda fixa | Foto: Thinksotock (Thinkstock/kwanchaichaiudom)
A TR, que estava zerada, é projetada agora entre 0,60% e 0,80% no ano: mas ainda continua rendendo abaixo da renda fixa | Foto: Thinksotock (Thinkstock/kwanchaichaiudom)
Por Marília AlmeidaPublicado em 06/01/2022 06:00 | Última atualização em 12/01/2022 19:22Tempo de Leitura: 5 min de leitura

O ano de 2022 começa com mudanças em uma das mais populares aplicações financeiras do brasileiro: a poupança.

A TR (Taxa Referencial), que compõe o rendimento da poupança quando a Selic está acima de 8,5% ao ano, estava zerada desde 2017. Agora, no início de 2022, ela voltou a subir e passa a ser atualizada diariamente pelo Banco Central.

Isso significa que o rendimento da poupança vai subir um pouco mais, ainda que não o suficiente para merecer recomendação para qualquer pessoa -- é um dinheiro que perde para o CDI, índice de referência da renda fixa.

Ainda assim, trata-se da segunda mudança em um mês.

Com a Selic acima de 8,5% ao ano -- o juro básico superou esse patamar no início de dezembro, quando o Banco Central o elevou de 7,75% para 9,25% ao ano --, a poupança passa a ter uma nova fórmula de cálculo para a sua rentabilidade: em vez de render o equivalente a 70% da Selic ao mês, passa a render 0,5% ao mês acrescida da TR.

Em termos práticos considerando o histórico da TR: com uma projeção da TR entre 0,60% e 0,80% ao ano (nesta quarta, dia 5 de janeiro, a expectativa para a taxa mensal era de 0,11%), o rendimento anual da caderneta de poupança ficará entre 6,77% a 6,97% ao ano. Parece muito? Não é.

Aprenda a investir o seu dinheiro para realizar seus sonhos. Comece agora

"Com a Selic a 9,25% ao ano, qualquer investimento que renda o equivalente a 100% do CDI vai entregar 9,15% ao ano de rentabilidade. Mesmo com o desconto do IR, o rendimento será superior", explica Arthur Spirandelli, gestor da Acqua-Vero Investimentos.

Segundo ele, a projeção para a TR só mudaria diante de um grande descontrole da economia. "Por enquanto, nada no cenário indica isso."

O especialista em investimentos explica que a TR sobe de forma proporcional -- mas não integral -- à variação da TBF, a Taxa Básica Financeira, que é calculada a partir da média ponderada dos títulos públicos prefixados.

Poupança vs. outros investimentos

Apesar da pequena melhora do rendimento, especialistas explicam que a volta da TR não torna a caderneta de poupança mais vantajosa do que aplicações conservadoras de renda fixa, como títulos do Tesouro Selic, CDBs e até fundos DI.

Veja abaixo a simulação sobre o rendimento de aplicações de renda fixa com a Selic atual mais a TR máxima projetada.

No cálculo foi considerada uma aplicação de R$ 1.000 e a taxa da curva de juros vigente no dia da publicação desta matéria (a curva de juros muda diariamente). Os valores da simulação já descontam o Imposto de Renda, cobrado em todas as aplicações, exceto na poupança, que é isenta.

Prazo Poupança CDB de grandes bancos que pagam 90% do CDI CDB de bancos médios que pagam 110% do CDI Fundo DI com taxa de administração de 0,5% Tesouro Selic (aplicações menores do que R$ 10 mil)
6 meses  R$ 1.034,26  R$ 1.038,86  R$ 1.049,40  R$ 1.041,23  R$ 1.042,16
12 meses  R$ 1.069,70  R$ 1.086,11  R$ 1.110,03  R$ 1.091,68  R$ 1.093,68
18 meses  R$ 1.106,35  R$ 1.134,26  R$ 1.172,54  R$ 1.143,05  R$ 1.146,28
24 meses  R$ 1.144,26  R$ 1.184,02  R$ 1.237,90  R$ 1.196,11  R$ 1.200,77
30 meses  R$ 1.183,46  R$ 1.230,11  R$ 1.299,15  R$ 1.245,30  R$ 1.251,37

Como mostra a simulação, em qualquer prazo, a poupança é menos vantajosa do que qualquer aplicação financeira.

Isso acontece porque a alta da Selic não impacta somente a rentabilidade da poupança mas também a de outros ativos pós-fixados atrelados ao CDI e à taxa básica de juros. A rentabilidade da poupança fica limitada a 0,50% ao mês mais a TR, enquanto os produtos pós-fixados atrelados à Selic e ao CDI irão acompanhar o movimento dos juros futuros.

A baixa liquidez também pesa contra a poupança na comparação com outras aplicações. Enquanto a remuneração da poupança é mensal (ou seja, caso o investidor resgate o dinheiro antes da data de aniversário da caderneta, ele fica sem o rendimento daquele mês), a remuneração de CDBs e do Tesouro Selic é diária.

Ou seja, a caderneta é ainda mais desvantajosa para quem precisar do dinheiro de forma rápida, como aquele aplicado em uma reserva de emergência.

"Caso o investidor retire o dinheiro e perca a rentabilidade de metade do mês, a poupança pode ficar ainda menos atrativa na comparação com CDBs e o Tesouro Selic", afirma Michel Viriato, estrategista da Casa do Investidor.

Por isso, deixar o dinheiro parado em uma conta que renda o equivalente a 100% do CDI ainda é melhor do que colocar dinheiro na poupança, mesmo que isso seja algo cômodo, diz o estrategista. "Geralmente a remuneração dessas contas é lastreada em títulos públicos. Ou seja, elas não oferecem um risco muito distinto do da poupança."

Por fim, caso a inflação em 2022 demora alguns meses para recuar do patamar do fim do ano passado (o IPCA estava em 10,74% nos 12 meses encerrados em novembro), quem tem dinheiro na poupança continuará a perder poder de compra. É sempre recomendável diversificar em ativos com rendimentos mais altos.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.