Acompanhe:

Selic a 13,75% ao ano: quanto rendem R$ 5 mil, R$ 10 mil e R$ 15 mil

A Selic está neste patamar desde agosto; veja simulações em exercício meramente ilustrativo para o investidor

Copom: comunicado alerta para os riscos fiscais e disse que acompanhará com especial atenção os desenvolvimentos futuros da política fiscal (Marcello Casal jr/Agência Brasil)

Copom: comunicado alerta para os riscos fiscais e disse que acompanhará com especial atenção os desenvolvimentos futuros da política fiscal (Marcello Casal jr/Agência Brasil)

D
Da redação

7 de dezembro de 2022, 19h19

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu, nesta quarta-feira, 7, manter a taxa básica de juro da economia, a Selic, em 13,75% ao ano. A decisão já era esperada pelos investidores. A Selic está neste patamar desde agosto.

No comunicado divulgado, o Copom alerta para os riscos fiscais e disse que acompanhará com especial atenção os desenvolvimentos futuros da política fiscal e, em particular, seus efeitos nos preços de ativos e expectativas de inflação, com potenciais impactos sobre a dinâmica da inflação prospectiva.

Segundo o BC, entre os riscos de alta para o cenário inflacionário e as expectativas de inflação, destacam-se "a elevada incerteza sobre o futuro do arcabouço fiscal do país e estímulos fiscais adicionais que impliquem sustentação da demanda agregada, parcialmente incorporados nas expectativas de inflação e nos preços de ativos".

Aprenda a lucrar na renda fixa com a alta da taxa Selic: cadastre-se na masterclass gratuita “A janela da renda fixa”

A seguir, veja simulações de quanto rendem R$ 5.000, R$ 10.000 e R$ 15.000 na poupança, em um CDB, em um fundo DI e em um título do Tesouro Selic com a taxa, em diferentes prazos, considerando que o investidor resgate o valor após o período estipulado. Na simulação, que tem objetivo meramente ilustrativo, foi considerada a taxa da curva de juros vigente no dia da publicação desta matéria (a curva de juros muda diariamente).

Os valores da simulação já descontam o Imposto de Renda, cobrado em todas as aplicações, exceto na poupança, que é isenta. Vale dizer que a taxa Selic serve de referência para a definição do CDI e que ambos operam com taxas diárias que variam.

Investimento de R$ 5 mil

Meses Poupança CDB 90% do CDI (bancos grandes) CDB 110% do CDI (bancos médios) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano Tesouro Selic
6 R$ 5.240,61 R$ 5.237,61 R$ 5.288,96 R$ 5.244,91 R$ 5.254,32
12 R$ 5.488,12 R$ 5.498,11 R$ 5.608,80 R$ 5.513,45 R$ 5.533,85
18 R$ 5.732,14 R$ 5.771,23 R$ 5.947,57 R$ 5.794,07 R$ 5.827,24
24 R$ 5.977,07 R$ 6.062,95 R$ 6.313,06 R$ 6.093,18 R$ 6.141,13
30 R$ 6.228,93 R$ 6.339,20 R$ 6.662,95 R$ 6.376,22 R$ 6.439,10

Investimento de R$ 10 mil

Meses Poupança CDB 90% do CDI (bancos grandes) CDB 110% do CDI (bancos médios) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano Tesouro Selic
6 R$ 10.480,55 R$ 10.475,21 R$ 10.577,92 R$ 10.489,82 R$ 10.508,64
12 R$ 10.976,24 R$ 10.996,21 R$ 11.217,59 R$ 11.026,90 R$ 11.067,70
18 R$ 11.464,29 R$ 11.542,47 R$ 11.895,14 R$ 11.588,14 R$ 11.654,49
24 R$ 11.954,14 R$ 12.125,90 R$ 12.626,12 R$ 12.186,36 R$ 12.282,26
30 R$ 12.457,86 R$ 12.678,39 R$ 13.325,91 R$ 12.752,43 R$ 12.878,20

Investimento de R$ 15 mil

Meses Poupança CDB 90% do CDI (bancos grandes) CDB 110% do CDI (bancos médios) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano Tesouro Selic
6 R$ 15.720,83 R$ 15.712,82 R$ 15.866,88 R$ 15.734,72 R$ 15.762,96
12 R$ 16.464,36 R$ 16.494,32 R$ 16.826,39 R$ 16.540,36 R$ 16.601,56
18 R$ 17.196,43 R$ 17.313,70 R$ 17.842,71 R$ 17.382,20 R$ 17.481,73
24 R$ 17.931,21 R$ 18.188,85 R$ 18.939,19 R$ 18.279,54 R$ 18.423,39
30 R$ 18.686,79 R$ 19.017,59 R$ 19.988,86 R$ 19.128,65 R$ 19.317,30

 

Como fica a poupança com a nova taxa Selic?

Atualmente, o rendimento da caderneta é de 0,5% mais a taxa referencial. Mesmo isenta de Imposto de Renda, a poupança perde para todas as outras aplicações de renda fixa. A exceção são CDBs que rendem 90% do CDI em prazos de 6 meses.

Onde investir para a reserva de emergência?

O Tesouro Selic pode ser uma boa opção para quem está montando a reserva de emergência, já que o título é líquido e mantém o poder de compra do investidor ao longo do tempo.

Outra possibilidade é investir em um fundo DI simples (que aplica toda a carteira no Tesouro Selic) com taxa zero de administração.

Leia também: O que é taxa Selic e como ela funciona?