Selic a 13,25% ao ano: quanto rendem R$ 5 mil, R$ 10 mil e R$ 15 mil

Com a alta da Selic, renda fixa fica mais atrativa; veja simulações em exercício meramente ilustrativo para o investidor
Selic: mercado acredita que fim do ciclo será em agosto (Marcello Casal jr/Agência Brasil)
Selic: mercado acredita que fim do ciclo será em agosto (Marcello Casal jr/Agência Brasil)
Por Karla MamonaPublicado em 15/06/2022 18:37 | Última atualização em 15/06/2022 18:58Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu, nesta quarta-feira, 15, aumentar a taxa básica de juro da economia, a Selic, de 12,75% para 13,25% ao ano. Trata-se da 11ª alta consecutiva da taxa.

A decisão já era esperada pelo mercado diante do cenário inflacionário persistente. O consenso do mercado é que o o fim do ciclo de alta termine na próxima reunião, que será realizada em agosto.  A perspectiva é que a Selic encerre o ano em 13,75% ao ano. A previsão é maior que apontado pelo último boletim Focus, divulgado na semana passada.

No comunicado, o BC afirmou que o ambiente externo seguiu se deteriorando, marcado por revisões negativas para o crescimento global prospectivo em um ambiente de fortes e persistentes pressões inflacionárias. "O aperto das condições financeiras motivado pela reprecificação da política monetária nos países avançados, assim como pelo aumento da aversão a risco, eleva a incerteza e gera volatilidade adicional, particularmente nos países emergentes."

Em relação à economia brasileira, o BC afirmou que conjunto dos indicadores divulgado desde a última reunião do Copom indica um crescimento acima do que era esperado pelo Comitê.  "A inflação ao consumidor seguiu surpreendendo negativamente, tanto em componentes mais voláteis como em itens associados à inflação subjacente."

Onde Investir em 2022? Faça o teste e descubra se você está preparado para encontrar as melhores oportunidades de investimento do ano!

A seguir, veja simulações de quanto rendem R$ 5.000, R$ 10.000 e R$ 15.000 na poupança, em um CDB, em um fundo DI e em um título do Tesouro Selic com a nova taxa, em diferentes prazos, considerando que o investidor resgate o valor após o período estipulado.

Investimento de R$ 5 mil

Meses Poupança (em R$) CDB 90% do CDI (bancos grandes) (em R$) CDB 110% do CDI (bancos médios) (em R$) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano (em R$) Tesouro Selic (em R$)
6 5.235,20 5.232,55 5.282,84 5.239,30 5.248,72
12 5.485,26 5.495,17 5.605,20 5.510,18 5.530,58
18 5.735,06 5.774,33 5.951,39 5.797,51 5.830,70
24 5.987,82 6.074,78 6.327,82 6.106,36 6.154,36
30 6.248,91 6.361,26 6.690,74 6.400,82 6.463,85

Investimento de R$ 10 mil

Meses Poupança (em R$) CDB 90% do CDI (bancos grandes) (em R$) CDB 110% do CDI (bancos médios) (em R$) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano (em R$) Tesouro Selic (em R$)
6 10.470,41 10.465,10 10.565,67 10.478,59 10.497,43
12 10.970,52 10.990,33 11.210,40 11.020,37 11.061,17
18 11.470,11 11.548,66 11.902,78 11.595,03 11.661,39
24 11.975,64 12.149,57 12.655,64 12.212,72 12.308,72
30 12.497,81 12.722,52 13.381,49 12.801,64 12.927,70

Investimento de R$ 15 mil

Meses Poupança (em R$) CDB 90% do CDI (bancos grandes) (em R$) CDB 110% do CDI (bancos médios) (em R$) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano (em R$) Tesouro Selic (em R$)
6 15.705,61 15.697,65 15.848,51 15.717,89 15.746,15
12 16.455,78 16.485,50 16.815,61 16.530,55 16.591,75
18 17.205,17 17.322,99 17.854,17 17.392,54 17.492,09
24 17.963,46 18.224,35 18.983,46 18.319,08 18.463,08
30 18.746,72 19.083,78 20.072,23 19.202,46 19.391,54

Na simulação, que tem objetivo meramente ilustrativo, foi considerada a taxa da curva de juros vigente no dia da publicação desta matéria (a curva de juros muda diariamente).

Os valores da simulação já descontam o Imposto de Renda, cobrado em todas as aplicações, exceto na poupança, que é isenta. Vale dizer que a taxa Selic serve de referência para a definição do CDI e que ambos operam com taxas diárias que variam.

Como fica a poupança com a nova taxa Selic?

Atualmente, o rendimento da caderneta é de 0,5% mais a taxa referencial. Mesmo isenta de Imposto de Renda, a poupança perde para todas as outras aplicações de renda fixa.

Onde investir para a reserva de emergência?

O Tesouro Selic pode ser uma boa opção para quem está montando a reserva de emergência, já que o título é líquido e mantém o poder de compra do investidor ao longo do tempo.

Outra possibilidade é investir em um fundo DI simples (que aplica toda a carteira no Tesouro Selic) com taxa zero de administração.

Veja Também

Gustavo Franco: Excessos eleitorais
Invest Opina
Há 9 horas • 7 min de leitura

Gustavo Franco: Excessos eleitorais

O que é taxa Selic e como ela funciona?
Guia
Há 2 dias • 3 min de leitura

O que é taxa Selic e como ela funciona?

5 dicas para renegociar suas dívidas
Minhas Finanças
Há 3 dias • 3 min de leitura

5 dicas para renegociar suas dívidas