• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Luiz Barsi: investidor tem que ter malícia para fisgar oportunidades

Bilionário conhecido como 'Rei dos Dividendos' explica a tese que o levou a ampliar as posições em ações da Cielo e do IRB Brasil
 (Exame/Gunther de Werk)
(Exame/Gunther de Werk)
Por Karla MamonaPublicado em 18/11/2021 06:20 | Última atualização em 18/11/2021 12:19Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Com uma fortuna avaliada em cerca de 2 bilhões de reais, conquistada com investimentos em ações, Luiz Barsi Filho, 82 anos, se tornou referência no mercado. Com mais de 50 anos de experiência, ele é um dos maiores investidores pessoa física da bolsa brasileira.

O foco do economista é comprar ações de empresas que tenham excelentes projetos e que sejam boas pagadoras de dividendos. Não à toa, ele é conhecido como "Rei dos Dividendos". Em sua carteira de ações estão empresas como Unipar (UNIP6), Klabin (KLBN11), Santander (SANB11) e Banco do Brasil (BBAS3).

Na contramão de boa parte dos investidores, Barsi tem comprado ações da Cielo (CIEL3) e do IRB Brasil (IRBR3). Em entrevista exclusiva, ele explicou os motivos para apostar nos dois papéis -- ambos acumulam queda de mais de 40% neste ano. O investidor recebeu a EXAME Invest na sede do Conselho Regional de Economia de São Paulo (Corecon-SP).

Assista ao vídeo da entrevista com Luiz Barsi:

Barsi afirma que a cotação atual dos papéis da Cielo, na casa dos 2,50 reais (fechou a 2,23 reais nesta quarta, dia 12), não reflete o valor da companhia. Segundo ele, após a empresa reverter o prejuízo causado principalmente pela redução nos meios de pagamento devido à pandemia, a ação só segue pressionada por causa do volume elevado de aluguel de ações.

“Os fundos não querem que o investidor compre. Eles estão locados e vendidos e isso pressiona o preço para baixo. Os investidores querem comprar. O investidor pessoa física tem que ter um pouco de malícia e saber avaliar a situação com um sentimento de desconfiança.”

De acordo com o economista, em 2019, as ações da Cielo custavam cerca de 25 reais e ela tinha resultado trimestral de R$ 1 bilhão. Hoje, apesar do aumento da concorrência em meios de pagamento, a Cielo reverteu prejuízo e apresentou resultado de 600 milhões de reais nos últimos seis meses, mas a cotação do papel não subiu. “Ela não vale 2 reais. É por isso que eu estou comprando.”

Aprenda o método das 3 contas e consiga uma renda mensal vitalícia de R$ 4.700

Outra aposta do investidor é na resseguradora IRB Brasil. O bilionário enfatiza que a companhia superou problemas de governança e passará apresentar resultado positivo. No terceiro trimestre deste ano, a empresa reportou prejuízo líquido de 155,7 milhões de reais, frente a um prejuízo líquido de 215,6 milhões de reais em igual período de 2020, o que representa uma redução de 27,8% no período.

“O problema de má gestão não existe mais na empresa. A resseguradora tem um custo operacional muito menor do que as seguradoras. Ela não tem que captar e já tem o produto. A quantidade de sinistros que tivemos com a pandemia vai reduzir e, com isso, a IRB terá resultados positivos”, afirmou o experiente investidor.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME