Fundo Verde, que já rendeu 19.000%, reabre para investimentos

Criado em 1997, o fundo  multimercado é gerido pelo renomado Luis Stuhlberger e está disponível no banco Inter
Última janela de captação do fundo foi aberta em fevereiro deste ano, quando a aplicação esteve disponível em diversas plataformas (Germano Lüders/Exame)
Última janela de captação do fundo foi aberta em fevereiro deste ano, quando a aplicação esteve disponível em diversas plataformas (Germano Lüders/Exame)
Marília Almeida
Marília Almeida

Publicado em 25/06/2021 às 20:33.

Última atualização em 25/06/2021 às 20:42.

Foi aberta uma nova janela de captação do Fundo Verde, gerido pelo renomado Luis Stuhlberger. A aplicação está disponível no Banco Inter, para todos os clientes, sem restrição, até que se atinja o montante da captação disponível.

Para quem já é investidor do fundo, o aporte é de a partir de R$ 10 mil. Para novos cotistas, R$ 50 mil.

Criado em 1997, o fundo  multimercado Verde já rendeu mais de 19.000%. No mesmo período, o CDI rendeu 2.246%. No acumulado de 2021 as cotas do fundo valorizaram 3,74%, contra 0,96% do CDI.

A última janela de captação do Verde havia sido aberta em fevereiro deste ano, quando esteve disponível em diversas plataformas, entre elas a do BTG Pactual.

A expectativa, segundo fontes próximas ao banco, é de que a janela de captação da gestora seja encerrada até o meio da semana que vem.

De acordo com Juliana Machado, especialista em fundos do BTG Digital, pequenas reaberturas de grandes fundos são comuns e usadas basicamente para controlar o passivo do produto.

O gestor considera os saques que foram feitos desde a última reabertura e pode decidir reabrir novamente o fundo com o intuito de pegar dinheiro novo.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso.