FIIs: oportunidade da década para quem sabe investir

[Conteúdo EQI Investimentos] Combinação de preços atuais com as perspectivas de mercado torna o investimento em Fundos Imobiliário uma oportunidade bastante rara; entenda
Esta é a razão pela qual os investidores atentos às mudanças que estão por vir já confirmaram presença no FII Summit (EQI/Divulgação)
Esta é a razão pela qual os investidores atentos às mudanças que estão por vir já confirmaram presença no FII Summit (EQI/Divulgação)
Por EQI INVESTIMENTOS - UM CONTEÚDO PROMOCIONALPublicado em 27/05/2022 13:13 | Última atualização em 27/05/2022 13:13Tempo de Leitura: 6 min de leitura

Este conteúdo é patrocinado e apresentado por EQI Investimentos.

Os Fundos Imobiliários podem ser considerados “queridinhos” dos brasileiros, pois unem a alta rentabilidade do mercado de renda variável com a solidez do setor imobiliário.

Esses ativos figuram como a modalidade ideal para o investidor iniciante, que busca uma renda mensal, isenta de imposto de renda, assim como para o investidor mais experiente, que já entende do mercado e busca maior rentabilidade em sua carteira.

Para ambos os perfis de investidor existe uma oportunidade única, que irá colocá-los lado a lado com os maiores estrategistas do mercado de FIIs. Estamos falando do FII Summit, maior evento de Fundos Imobiliários do Brasil, que acontece durante os dias 1, 2 e 3 de junho.

Nesta segunda edição, os organizadores trouxeram novidades: a principal delas, é o formato híbrido.  O investidor terá a oportunidade de participar durante os três dias de evento de forma totalmente online. Nesta opção, a inscrição é completamente gratuita.

Mas, caso prefira uma experiência única e imersiva, também é possível garantir o ingresso presencial. O diferencial desta modalidade é ter a chance de trocar informações com quem entende melhor este mercado.

Juros altos: fuga em massa ou melhor hora para investir em FIIs?

Considerando que estamos em um ano de muita volatilidade no cenário político-econômico do país, e com uma taxa Selic em 12,75% a. a., é natural que os investidores com menos experiência corram para a renda fixa.

No entanto, essa migração pode resultar na entrega de boa parte dos lucros em troca de segurança no curto prazo. Afinal, uma decisão tomada com base no imediatismo, pode não ser a mais rentável no longo prazo.

Para entender essa dinâmica, basta analisar os fatos:

É verdade que entre os tipos de fundos imobiliários, os de tijolo (que compram imóveis de verdade) viveram momentos difíceis nestes dois últimos anos.  Muitos ainda buscam recuperação e hoje estão com cotas descontadas.

Em contrapartida, os FIIs de papel, que investem em títulos de dívidas do setor (caso das LCIs - Letras de Crédito Imobiliário - e dos CRIs - Certificados de Recebíveis Imobiliários), não sofreram tanto neste período. Isso porque eles estão atrelados a índices inflacionários como a Selic, no caso das LCIs; enquanto que os CRIs rendem uma taxa de juros fixa mais a variação da inflação, como o Tesouro IPCA+. 

O que esperar a partir de agora do mercado de FIIs?

Especialistas do setor ressaltam que para responder a essa dúvida é sempre importante analisar os fundos imobiliários, dividindo o foco entre renda mensal e valorização da cota.  Quem atualmente está em busca de renda, as carteiras têm estado mais voltadas para os fundos de papel ou fundos de CRI.

Já com relação à valorização da cota, os fundos de galpão logístico, por exemplo, quase recuperaram os preços de 2020, em razão da alta demanda durante o período pandêmico.

Fim do aperto monetário: como fica o cenário para os FIIs?

Após uma sequência de 10 altas da taxa básica de juros da economia, o Copom (Comitê de Política Monetária) dá indícios de que o aperto monetário pode chegar ao fim nos próximos meses. E essa decisão, entre outros fatores, muda todo o cenário para 2023.

No entanto, para fazer boas escolhas em FIIs,  especialistas renomados do mercado, recomendam a análise de alguns pontos cruciais. De acordo com eles, quando se trata de Fundos Imobiliários, é sempre importante analisar corretamente cada um dos ativos e, assim, verificar se o valor do fundo, somado à sua capacidade de valorização e retorno em dividendos, é realmente atrativo.

Além disso, é preciso considerar observações importantes quanto ao mercado:

  • Os preços de aluguéis e imóveis estão voltando a ter uma trajetória ascendente;
  • Mais de 100 FIIs estão sendo negociados com descontos de mais de 20% em relação ao valor dos seus imóveis.

Esses são ótimos pontos de atenção para o investidor com olhar no médio e longo prazo.

“Ao que parece, o mercado está sendo - momentaneamente - irracional. E quando isso acontece, aqueles que sabem como o mercado funciona têm uma grande oportunidade nas mãos.

Investir em fundos imobiliários agora pode trazer bons dividendos isentos de IR no ano, sem contar com o potencial de valorização das cotas”,

Juliano Custódio, CEO da EQI Investimentos.

Entenda por que os Fundos Imobiliários cresceram 660%

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs) cresceram 660% nos últimos 3 anos, segundo a B3.  Também de acordo com Bolsa de Valores Brasileira, a quantidade de CPFs por investidor em FIIs registrou aumento de 24% no período entre abril de 2021 e março de 2022.

 O número saltou de 1,3 milhão, para 1,6 milhão de pessoas. O valor em custódia alcançou R$ 133 bilhões, alta de 13%.  Veja abaixo.

(B3/Divulgação)

Fonte: Análise da evolução dos investidores na B3 - março de 2022

A maioria dos investidores em Fundos Imobiliários é composta por Pessoa Física, o que representa 74% do volume total.

Momento é excepcional, mas somente para quem sabe como investir

Esta é a razão pela qual os investidores atentos às mudanças que estão por vir já confirmaram presença no FII Summit.

Entender todas as minúcias do mercado é indispensável, mas o investidor não precisa fazer isso sozinho.  Pensando nisso, a programação do evento foi planejada para abordar tudo o que é preciso saber sobre os Fundos Imobiliários em 2022: FIIs de galpões, shoppings, outlets, data centers, hotéis, agronegócios, escritórios, residenciais e comerciais, dentro e fora do Brasil.

Serão mais de 30 painéis, distribuídos em 10 horas de conteúdos de valor.

As transmissões online são gratuitas e podem ser acompanhadas nos dias 1, 2 e 3 de junho.

Já o evento presencial, que será realizado no dia 1 de junho, tem vagas restritas. O encontro será no espaço JK, em São Paulo-SP.

Independentemente de qual formato seja a sua preferência, a inscrição deve ser feita com antecedência.

Tenha acesso às orientações dos mais renomados especialistas do mercado, faça agora sua inscrição para o FII Summit.

Invista em Fundos Imobiliários acompanhado pelos gigantes do setor

Nomes como Marino Colpo, sócio e co-fundador da Boa Safra Sementes; Ilan Nigri, sócio da Vinci Partners e líder da estratégia de investimentos no segmento de galpões logísticos; Bruno Bagnariolli, sócio sênior e CIO da Mauá e Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA já confirmaram a participação.

Painelistas FII Summit 2022

(EQI/Divulgação)

A programação também reservou espaço para as análises de especialistas como: Luís Moran, Head of Research da EQI Investimentos; Ettore Marchetti, CEO da EQI Asset e Professor Baroni Analista-chefe de Fundos Imobiliários (FIIs) da Suno Research; além de Juliano Custodio, CEO da EQI Investimentos e anfitrião do evento.

Conheça as melhores análises e oportunidades em Fundos Imobiliários. Reserve sua agenda nos dias 1 e 3 de junho de 2022. Inscreva-se agora no FII Summit.

Este conteúdo é patrocinado e apresentado por EQI Investimentos.