FGTS na Eletrobras (ELET6) vale a pena? Veja resposta de analista

[Conteúdo Vitreo] O governo federal liberou o uso de até 50% do FGTS para comprar ações da Eletrobras — veja se o investimento é uma boa ideia
O governo liberou o uso de até 50% do FGTS para comprar ações da Eletrobras — veja se o investimento é uma boa ideia (Reprodução/Shutterstock)
O governo liberou o uso de até 50% do FGTS para comprar ações da Eletrobras — veja se o investimento é uma boa ideia (Reprodução/Shutterstock)
V
VITREO - UM CONTEÚDO PROMOCIONAL

Publicado em 01/06/2022 às 19:07.

Última atualização em 02/06/2022 às 10:16.

Este conteúdo é patrocinado e apresentado por Vitreo

O governo federal decidiu liberar até 50% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para que investidores possam comprar ações da Eletrobras (ELET6), após ter sido anunciada a privatização da estatal brasileira de energia elétrica.

Com a emissão de novas ações, o governo deixa de ser o acionista majoritário da companhia, tendo a participação reduzida de 70% para 45% do capital votante.

Os investidores pessoas físicas interessados em participar do processo de privatização deverão fazer o pedido de reserva das ações entre os dias 3 e 8 de junho. Ao todo, a oferta deve movimentar R$ 30 bilhões.

No entanto, a pergunta que fica para os investidores é a seguinte: vale a pena mexer no FGTS e investir na Eletrobras?

Para ter essa resposta, é preciso levar muitos fatores em consideração. Se você está por dentro do histórico da companhia elétrica, deve saber que a tentativa de privatizá-la não vem de hoje. Fernando Henrique Cardoso, Itamar Franco e Michel Temer foram alguns dos presidentes que tentaram desestatizar a Eletrobras.

Agora, a estatal deverá ser a maior empresa pública vendida em mais de 20 anos, desde a privatização da Telebras, no fim da década de 1990. Ao deixar de ser controlada pelo governo, a elétrica terá liberdade para investir e atrair investidores, não dependendo mais do orçamento do governo, que fica mais apertado a cada ano.

Por outro lado, é preciso lembrar que as melhorias não virão do dia para a noite e, apesar da maior probabilidade de que elas aconteçam, não há garantias de que vão ocorrer.

É por isso que eu sugiro que você entenda o que está em jogo para a Eletrobras antes de sair investindo o seu FGTS. Até porque, embora a rentabilidade do fundo de garantia seja pífia, de 3% ao ano +TR, há um risco em colocá-lo em renda variável.

Resta saber se esse risco compensa o retorno do investimento. A seguir, trago a você os prós e os contras de usar o seu fundo trabalhista para comprar ações ELET6:

Prós para investir na Eletrobras

O que vem chamando a atenção dos investidores em investir o dinheiro do FGTS nas ações da Eletrobras é a possibilidade de fazê-lo render mais. Atualmente, o fundo de garantia tem um rendimento de 3% ao ano + TR, que é a Taxa Referencial.

Para alguns analistas, há boas chances de que as ações da Eletrobras venham a bater a rentabilidade do FGTS. E, como se não bastasse, a estatal encontra-se em um setor muito vantajoso do ponto de vista dos investimentos.

Por ser do segmento de energia elétrica, ela tem no seu DNA o pagamento de bons dividendos aos acionistas. De acordo com estimativas de analistas do mercado, o dividend yield estimado da companhia para os próximos exercícios é de mais de 5% ao ano.

Além disso, como já foi dito, há uma perspectiva de valorização para os papéis da Eletrobras no longo prazo. Com o governo deixando de ser o acionista majoritário, a companhia terá meios de buscar lucro.

Para você ter uma ideia, a Eletrobras já esteve em maus lençóis na década passada devido às interferências do governo federal. Em troca da antecipação de algumas usinas elétricas, a companhia aceitou vender energia a preço de custo, como uma tentativa de reduzir as tarifas de energia elétrica para o consumidor final.

O resultado? Uma empresa endividada, que não dava lucro e com grandes prejuízos. Mas agora, na avaliação do mercado, isso tudo pode melhorar. A única questão é: quando?

Contras

Como já foi dito, há um problema em investir nas ações da Eletrobras neste momento, pois não se sabe se a empresa de fato conseguirá se recuperar. Apesar de existirem grandes expectativas, a verdade é que ninguém sabe do futuro.

O que o investidor deve estar ciente é que, mesmo que a companhia tenha melhorias importantes, elas não acontecerão de um dia para o outro. Será preciso muito tempo e trabalho duro da nova gestão para chegar lá.

No meio do caminho, pode acontecer de a nova gestão não conseguir levar adiante as melhorias, ou mesmo o processo de privatização, que pode emperrar por conta de interesses políticos. O que afetaria drasticamente o valor das ações e, consequentemente, o seu bolso.

Ademais, é importante lembrar que estamos falando de um investimento em renda variável como outro qualquer. Ou seja, existem riscos nessa história, sobretudo se levarmos em conta o momento delicado pelo qual a bolsa brasileira está passando agora.

É por isso que não cabe a mim responder se é ou não hora de investir nas ações da Eletrobras. Ao invés disso, eu passo a bola para o Ruy Hungria, analista de ações da maior casa de análise financeira independente do país, a Empiricus.

O Ruy vem acompanhando os desdobramentos da privatização da Eletrobras mais de perto e já formou uma opinião sobre o assunto. Em um relatório gratuito, ele analisou detalhadamente o momento da companhia e deu o veredito sobre usar o FGTS para investir.

[RELATÓRIO GRATUITO] SAIBA SE É UMA BOA IDEIA USAR O FGTS PARA COMPRAR AÇÕES DA ELETROBRAS

Download gratuito — este relatório responde se vale a pena usar o FGTS para comprar ações ELET6

Neste relatório gratuito, Ruy Hungria diz se você deveria ou não apostar nos papéis ELET6. Lá, ele explica qual é o momento da companhia e se, levados todos os pontos acima em consideração, vale a pena usar o FGTS para investir.

Pode ficar tranquilo, pois acessar o relatório é grátis. Nenhum centavo será cobrado para que você possa ler a tese completa sobre a Eletrobras.

O pedido para investir nas ações ELET6 está se aproximando e será no dia 3 de junho, sexta-feira. Por isso, eu recomendo que você consulte alguém que esteja devidamente inteirado sobre a companhia antes de tomar uma decisão tão importante.

Veja bem: por mais que pareça tentador abrir o seu aplicativo do FGTS e solicitar o pedido de reserva sem pensar duas vezes, é preciso ter prudência quando estamos falando de investimentos. Esse dinheiro pode te fazer falta lá na frente…

Sendo assim, sugiro que dê pelo menos uma “espiada” no que o Ruy tem a dizer no relatório gratuito que escreveu. Você não tem nada a perder e, dentro de poucos minutos, terá a resposta se esse é um investimento que vale a pena ou não:

[RELATÓRIO GRATUITO] SAIBA SE É UMA BOA IDEIA USAR O FGTS PARA COMPRAR AÇÕES DA ELETROBRAS

Este conteúdo é patrocinado e apresentado por Vitreo