Clube recebe Keleti, da Alpha Key: "Há um call barato no mercado"

CEO da gestora foi o convidado do 21º episódio do podcast semanal da EXAME Invest e apontou empresas de commodities que se beneficiam do impacto da guerra
Christian Keleti, CEO da Alpha Key Capital, convidado do Clube, o podcast semanal da EXAME Invest com gestores do mercado (Reprodução/EXAME)
Christian Keleti, CEO da Alpha Key Capital, convidado do Clube, o podcast semanal da EXAME Invest com gestores do mercado (Reprodução/EXAME)
Por Da RedaçãoPublicado em 16/03/2022 11:57 | Última atualização em 16/03/2022 12:53Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A guerra da Rússia contra a Ucrânia deixou o petróleo sob os holofotes de investidores e analistas, na medida em que o preço do barril alcançou os maiores níveis desde 2014, acima de US$ 130. Mas há uma commodity cuja cotação também disparou e que representa uma oportunidade de compra que está recebendo muito menos atenção.

A dica foi dada por Christian Keleti, CEO da Alpha Key Capital, convidado do 21º episódio do Clube, o podcast semanal da EXAME Invest, apresentado por Daniel Cunha, da área de Sales do BTG Pactual, e Bruno Lima, da equipe de Equity Research do BTG Pactual.

"A Rússia produz 6% do alumínio no mundo, mas, se tirarmos a China, que consome tudo o que produz, essa fatia passa para 15%. É relevante para o mercado", afirmou o gestor, que fundou a Alpha Key em 2018.

Keleti foi sócio da Hedging-Griffo e responsável pela mesa de ações da corretora entre 2005 e 2010. Depois da aquisição da Hedging-Griffo pelo Credit Suisse, atuou por cinco anos como Senior Sales trader de Equities Latam. Em 2015, tornou-se head de distribuição de ações do Credit Suisse no Brasil.

O gestor chamou a atenção para dificuldades para o transporte da alumina, uma matéria-prima para a obtenção do alumínio, de outros países para a Rússia por causa da guerra. Como efeito de disrupções na produção, as cotações internacionais do alumínio dispararam da casa de US$ 2,8 mil a US$ 2,9 mil no início do ano para cerca de US$ 3,6 mil.

Ele destacou o fato de que a indústria de alumínio é a que mais consome energia no mundo, e isso em um momento em que o preço foi para as alturas. "Existem grandes produtoras de alumínio na Europa. O que pode acontecer é que, com o problema do gás na Europa e de falta de energia e o custo subindo, algumas empresas podem ficar deficitárias."

"Se essas empresas fecharem capacidade, quem se beneficia é a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) no Brasil e a Alcoa nos Estados Unidos", apontou Keleti no programa.

As ações da CBA (CBAV3), que começaram a ser negociadas em julho de 2021 depois do IPO (oferta pública de ações), acumulam alta de 44% neste ano e são um dos destaques da bolsa brasileira.

"É um call bem interessante, barato e há um momentum muito bom para o alumínio", disse Keleti.

No programa, Keleti comentou ainda sobre as perspectivas para a Vale (VALE3) e para empresas mais ligadas à atividade doméstica.

Assista ao Clube com Christian Keleti, da Alpha Key Capital: