Clube recebe Helô Cruz: veja o que faz uma ação multiplicar de valor

Gestora do fundo Stoxos e conhecida como a professora da Fintwit contou como identificar small caps que podem multiplicar o valor em 10 vezes no videocast semanal da EXAME Invest
Conhecida como a professora da Fintwit, Helô Cruz revelou no Clube que conversas com seus alunos geram teses de investimentos | Foto: EXAME/Reprodução (EXAME/Reprodução)
Conhecida como a professora da Fintwit, Helô Cruz revelou no Clube que conversas com seus alunos geram teses de investimentos | Foto: EXAME/Reprodução (EXAME/Reprodução)
Marília Almeida
Marília AlmeidaPublicado em 09/02/2022 às 07:00.

Se tivesse que escolher uma ação para segurar na carteira para os próximos meses, Helô Cruzgestora do fundo Stoxos, optaria pela Ambipar (AMBP3). A revelação foi feita em sua participação no novo episódio do Clube, videocast semanal da EXAME Invest. O programa, que chegou ao seu 16º episódio, é apresentado por Daniel Cunha, da área de sales do BTG Pactual, e Bruno Lima, head de análise de ações do BTG Pactual digital.

Helô Cruz é conhecida como "a professora da Fintwit", comunidade do mercado financeiro no Twitter, no qual tem mais de 80.000 seguidores. Ela se tornou uma referência para investidores que são pessoa física.

Não por acaso, o papel da multinacional de gestão de resíduos representa a maior exposição de seu fundo atualmente. A estratégia do Stoxos é buscar ações que possam ao menos duplicar o seu valor, em geral aquelas com menor capitalização.

Helô apontou que a Ambipar reúne todas as condições para multiplicar o seu valor. "Para que isso ocorra, a empresa essencialmente precisa ser muito melhor do que qualquer concorrente ou substituto. No caso da Ambipar, ela não tem concorrentes e assume tudo o que não é a área 'core' dentro de uma empresa. Tem credibilidade, governança e trata de questões ESG. Pode fazer uma revolução ao nível da Tesla e ter valuations mágicos como os do Mercado Livre."

Onde Investir em 2022? Faça o teste e descubra se você está preparado para encontrar as melhores oportunidades de investimento do ano!

A Ambipar já substitui de 70 a 80 fornecedores em nível global, contou a gestora. "Analistas apontavam que a companhia iria crescer 110%, mas ela expandiu 250%. Seu crescimento orgânico, trimestre contra trimestre, fica entre 15% e 20%. Agora, ela acabou de se capitalizar e tem 750 milhões de reais para fazer aquisições baratas", disse Helô.

O fundo Stoxos é gerido por Helô com a ajuda de um estagiário. "Sou super chata com análise. Não terceirizo a parte legal, que é visitar os CFOs das companhias." Além de dar cursos sobre valuation, "a professora da Fintwit" divide insights na rede social e realiza lives com empresas listadas em seu canal no YouTube. "Como conheço bem cada uma, extraio muitas informações. Muitas começaram a pedir lives comigo."

Trajetória

Formada em engenharia química pela Poli-USP, Helô deixou a carreira quando se casou. Resolveu se tornar uma consultora, mas a função demandava longas jornadas de trabalho. "Quando estava trabalhando 15 horas por dia em 2007, comecei a estudar sobre investimentos e resolvi entrar no mercado financeiro", contou.

Helô trabalhou como analista em gestoras até que resolveu se tornar uma profissional autônoma para se dedicar à maternidade. "Botei meu dinheiro em um clube de investimento e pensei que se desse certo eu montava um fundo."

'Muitas teses de investimento vêm dos alunos'

Helô começou a usar as redes sociais para dividir análises e preços-alvos de companhias em 2015. A partir de interações com usuários no Twitter, recebeu pedidos para ensinar sobre o tema. "Tinha acabado de ter meu filho. Achava que não tinha didática, mas conhecia bem do assunto. Resolvi então montar cursos que gostaria que tivessem me dado quando entrei no mercado financeiro." Ela se tornou referência no mercado em cursos de análise fundamentalista.

Muitas teses de investimento nascem a partir de debates com seus alunos, contou. "Tem aluno que não pode investir na empresa em que trabalha, mas investe no concorrente porque o setor está 'bombando'. Foi um deles que me disse para olhar com atenção o balanço da Ambipar."

Características do fundo

O fundo Stoxos já teve três papéis no portfólio que multiplicaram por 10. Helô pretende manter o fundo pequeno. O prazo de resgate de suas cotas é de 120 dias. "Aviso aos cotistas que só quero dinheiro da aposentadoria", em referência à visão de longo prazo.

O fundo costuma ter grande volatilidade e busca empresas que poucos analistas no mercado acompanham. "Em gestoras tinha duas horas para provar que um papel deveria ter espaço na carteira, após estudá-lo por meses. Sentia que sempre ficava faltando dizer algo. No Stoxos consigo ter liberdade para colocar esses papéis na estratégia."

Assista ao programa Clube com Helô Cruz, da Stoxos: