Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

As ações do Nubank avançaram 1,3% em Nova York nesta segunda-feira, 25, depois que o Bradesco BBI elevou sua recomendação para os papéis do banco digital brasileiro de underperform (expectativa de performance mais fraca, equivalente à venda) para neutra.

Analistas do Bradesco BBI liderados por Gustavo Schroden abandonaram a recomendação equivalente à venda que detinham para o Nubank desde que iniciaram a cobertura da fintech em fevereiro de 2022. O preço-alvo foi elevado de US$ 4,50 para US$ 8,00.

“Reconhecemos que a evolução do banco no curto prazo mostra o forte histórico do time de gestão”, escreve o analista. “Incorporamos premissas agressivas tanto para o curto como para o longo prazo.”

O Nubank deve registrar um aumento mais rápido dos lucros no curto prazo, ao mesmo tempo em que ganhará participação de mercado e manterá os custos controlados, segundo Schroden, em nota de 24 de setembro.

O Nubank vem gerenciando adequadamente suas taxas de juros, ajudando-o a “crescer de forma lucrativa”, disse o analista.

Nubank no 2º tri

O Nubank (NUBR33) teve lucro líquido de US$ 224,9 milhões no segundo trimestre deste ano, acima do consenso das expectativas dos analistas medido pela Bloomberg, que esperavam lucro de US$ 145 milhões. O resultado reverteu prejuízo de US$ 29,9 milhões apurado no mesmo período do ano anterior, e ficou 58% acima dos US$ 141,8 milhões apurados no trimestre passado.

A protagonista dos números apresentados nesta terça-feira, 15, foi a monetização da base. A receita média mensal por cliente ativo (ARPAC) subiu para US$ 9,3, superando pela primeira vez a marca de US$ 9 e crescendo 18% em relação ao ano anterior em base neutra de câmbio. A quantidade de clientes gerando receita também cresceu: a base do Nubank atingiu 83,7 milhões de pessoas ao final do segundo trimestre – adição de 4,6 milhões no período. Com o saldo, o Nubank ultrapassou o Banco do Brasil em número de clientes.

*Com a redação

Veja também

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Gavekal: por que o consumo segue forte nos EUA, apesar da maior taxa de juros em mais de 20 anos

seloOnde Investir

Gavekal: por que o consumo segue forte nos EUA, apesar da maior taxa de juros em mais de 20 anos

Há 3 horas

Totvs (TOTS3) vai pagar R$ 126 milhões em JCP; veja se você tem direito

seloOnde Investir

Totvs (TOTS3) vai pagar R$ 126 milhões em JCP; veja se você tem direito

Há 4 horas

MXRF11 e mais 8 FIIs anunciam novas emissões de cotas; quais valem a pena?

seloOnde Investir

MXRF11 e mais 8 FIIs anunciam novas emissões de cotas; quais valem a pena?

Há 4 horas

Dividendos: maior demanda por energia pode turbinar proventos desta ação

seloOnde Investir

Dividendos: maior demanda por energia pode turbinar proventos desta ação

Há 22 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Poupança, CDB ou conta que rende? O que especialistas dizem sobre as aplicações
Minhas Finanças

Poupança, CDB ou conta que rende? O que especialistas dizem sobre as aplicações

Veículo de luxo financiado? Entenda por que essa pode ser uma boa opção

Veículo de luxo financiado? Entenda por que essa pode ser uma boa opção

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais