As ações que pagam dividendos mais indicadas para março

Levantamento feito pela EXAME mostra as ações mais recomendadas por 13 corretoras para este mês
Dividendos: investidor deve analisar histórico de pagamento e quanto a empresa foi afetada pela desaceleração da economia (Priscila Zambotto/Getty Images)
Dividendos: investidor deve analisar histórico de pagamento e quanto a empresa foi afetada pela desaceleração da economia (Priscila Zambotto/Getty Images)
Karla Mamona
Karla Mamona

Publicado em 02/03/2021 às 15:53.

Última atualização em 02/03/2021 às 16:13.

As ações da Taesa (TAEE11) e da Vale (VALE3) lideram as recomendações de corretoras para março entre as boas pagadoras de dividendos. Os papéis da companhia foram indicados em seis das 13 carteiras consultadas pela EXAME InvestAs ações da Itaúsa (ITSA4) também foram destaque neste mês, com cinco indicações.

Sobre a Taesa, os analistas disseram que a companhia de energia já sinalizou que segue comprometida nos investimentos visando crescimento. Além disso, a empresa está com caixa após três recentes captações. A transmissora é uma forte geradora de caixa e com bom histórico de distribuição de proventos. 

Em relação à Vale, os analistas acreditam que ela está bem posicionada para fechar as lacunas existentes em diferentes frentes, o que deve impulsionar uma melhor precificação em relação aos pares australianos. Segundo eles, embora a Vale tenha superado a Rio Tinto e a BHP mais recentemente, a ação continua a ser negociada com um desconto não merecido, considerando o EV/Ebitda. 

Ainda não sabe investir na bolsa? Aprenda do zero com o curso mais acessível do mercado

Além disso, no curto e médio prazo, a mineradora deve se beneficiar do aumento da produção de minério de ferro, que continua surpreendendo positivamente. Por fim, destacaram ainda as baixas taxas de juro, a expansão fiscal e um dólar mais fraco apoiando um novo ciclo de investimentos globais forte, com a produção industrial chinesa permanecendo forte. 

Veja abaixo a lista completa e a recomendação de cada corretora

Ação Recomendação
Taesa (TAEE11) 6
Vale (VALE3) 6
Itaúsa (ITSA4) 5
Telefônica Vivo (VIVT4) 4
BB Seguridade (BBSE3) 4
Transmissão Paulista (TRPL4) 4
Enauta (ENAT3) 3
CCR (CCRO3) 3
EcoRodovias (ECOR3) 2
B3 (B3SA3) 2
Copasa (CSMG3) 2
Engie (EGIE3) 2
Engie (EGIE3) 2
Klabin (KLBN11) 1
Cesp (CESP6) 1
Eletrobras (ELET3) 1
Banco do Brasil (BBASE3) 1
BR Distribuidora (BRDT3) 1
Bradespar (BRAP4) 1
Sanepar (SAPR11) 1
Brasil Agro (AGRO3) 1
Bradesco (BBDC4) 1
Gerdau (GGBR4) 1
Tupy (TUPY3) 1
Minerva Foods (BEEF3) 1
BR Properties (BRPR3) 1
Itaú Unibanco (ITUB4) 1
Hypera (HYPE3) 1
Alupar (ALUP11) 1
Klabin (KLBN4) 1
Sanepar (SAPR11) 1

Ágora Investimentos

Desempenho em fevereiro: -0,60%
Desempenho no ano 2021: 13,20%
Ação excluída: Itaú Unibanco
Ação incluída: Itaúsa

Ação Peso (%)
EcoRodovias (ECOR3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
Vale (VALE3) 20

Elite

Desempenho em fevereiro: 2,53%
Desempenho no ano:5,17%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso (%)
BB Seguridade (BBSE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20

Guide Investimentos

Desempenho em fevereiro: -2,33%
Desempenho no ano: -4,79%
Ação excluída: Cosan
Ação incluída: Enauta

Ação Peso (%)
B3 (B3SA3) 20
CCR (CCRO3) 20
Enauta (ENAT3) 20
Klabin (KLBN11) 20
Vale (VALE3) 20

Genial

Desempenho em fevereiro: +0,22%
Desempenho no ano: -5,69%
Ações excluídas: Enauta e SulAmérica
Ações incluídas: Cesp e Taesa

Ação Peso (%)
BB Seguridade (BBSE3) 20
Cesp (CESP6) 20
Copasa (CSMG3) 20
Eletrobras (ELET3) 20
Taesa (TAEE11) 20

Modalmais

Desempenho em fevereiro: -8,8%
Desempenho no ano: -13,5%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso (%)
Banco do Brasil (BBASE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Mycap

Desempenho em fevereiro: -6,52%
Desempenho no ano: -11,02
Ação excluída: EDP Brasil
Ação incluída: Bradespar

Ação Peso (%)
BB Seguridade (BBSE3) 20
Bradespar (BRAP4) 20
Engie Brasil (EGIE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Telefônica Vivo (VIVT3) 20

Necton

Desempenho em fevereiro: rentabilidade não informada
Desempenho no ano: rentabilidade não informada
Ações excluídas: Energisa e EDP Brasil
Ações incluídas: Bradesco e Brasil Agro

Ação Peso (%)
Bradesco (BBDC4) 20
Brasil Agro (AGRO3) 20
CCR (CCRO3) 20
Enauta (ENTA3) 20
Vale (VALE3) 20

Nova Futura

Desempenho em fevereiro: -6,82%
Desempenho no ano: -2,48%
Não houve alteração.

Ação Peso (%)
B3 (BBSA3) 20
Brasil Seguridade (BBSE3) 20
Gerdau (GGBR4) 20
Isa CTEEP (TRPL4) 20
Telefônica Vivo (VIVT3) 20

Planner

Desempenho em fevereiro: -3,15%
Desempenho no ano: -8,40%
Ações excluídas: BB Seguridade, Banco do Brasil, Eletrobras e Hering
Ações incluídas: BR Properties, ISA CTEEp, Vale e Tupy

Ação Peso (%)
Minerva Foods (BEEF3) 20
BR Properties (BRPR3) 20
ISA CTEEP (TRPL4) 20
Tupy (TUPY3) 20
Vale (VALE3) 20

Quantitas

Desempenho em fevereiro: -4,37%
Desempenho no ano: -7,54%
Ação excluída: Eletrobras
Ação incluída: Vivo

Ação Peso (%)
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Hypera Pharma (HYPE3) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT3) 20
Vale (VALE3) 20

Santander

Desempenho em fevereiro: -3,11%
Desempenho no ano:-7,68%
Ação excluída: BB Seguridade
Ação incluída: Klabin

Ação Peso (%)
Alupar (ALUP11) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Klabin (KLBN4) 20
Telefônica Vivo (VIVT3) 20
Vale (VALE3) 20

Terra

Desempenho em janeiro: -7,72%
Desempenho no ano: -12,9}
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso (%)
B3 (B3SA3) 20
Banco do Brasil (BBAS3) 20
CCR (CCRO3) 20
Copasa (CSMG3) 20
Engie (EGIE3) 20

Toro

Desempenho em fevereiro: -4,9%
Desempenho no ano: -10,8%
Não houve alternação na carteira.

Ação Peso (%)
Banco do Brasil (BBAS3) 20
Sanepar (SAPR11) 20
Taesa (TAEE11) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20