Qual a data-com para receber os dividendos da Petrobras (PETR4)?

Estatal aprovou pagamento de quase R$ 88 bilhões aos acionistas – R$ 6,73 por ação
Distribuição de dividendos será dividida entre os meses de agosto e setembro (Paulo Whitaker/Reuters)
Distribuição de dividendos será dividida entre os meses de agosto e setembro (Paulo Whitaker/Reuters)
Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Publicado em 29/07/2022 às 06:05.

Última atualização em 29/07/2022 às 15:51.

A Petrobras (PETR3/PETR4) confirmou na última quinta-feira, 28, o pagamento de R$ 88 bilhões em dividendos a seus acionistas detentores tanto das ações preferenciais quanto das ordinárias. Serão pagos R$ 6,732 por papel.

A data de corte (data com) será 11 de agosto, ou seja, terão direito a receber o pagamento apenas os investidores que tenham posse das ações até esta data. A partir do dia 12 de agosto, as ações serão negociadas sem direito (data-ex) aos dividendos já anunciados.

O pagamento será dividido em duas partes iguais nos meses de agosto e setembro. A primeira parcela, de R$ 3,366, será paga em 31 de agosto. A segunda, também de R$ 3,366, será paga um mês depois, em 20 de setembro.

Balanço da Petrobras

Além do anúncio dos dividendos, a petroleira reportou resultados que surpreenderam o mercado e podem movimentar as ações nesta sexta-feita, 29. A Petrobras reportou um lucro líquido de R$ 54,3 bilhões no segundo trimestre, alta de 26,7% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado superou a estimativa de analistas, que projetavam um lucro na casa dos R$ 40 bilhões.

A alta do petróleo no período foi a principal responsável pela alta, segundo a companhia. O resultado também foi impactado positivamente pelo ganho de capital de R$ 14,2 bilhões referente ao acordo de coparticipação em Sépia e Atapu, nos quais a Petrobras irá atuar como operadora em parceria com outras empresas.

Veja também