As ações mais negociadas por brasileiros em Wall Street durante agosto

Levantamento da fintech Stake mostra que as ações da Petrobras e de big techs foram os ativos favoritos dos brasileiros nas bolsas americanas durante o mês de agosto
Wall Street: com os principais índices de ações internacionais em queda, agosto foi um mês árduo para os ativos de risco no mundo todo (Getty/Getty Images)
Wall Street: com os principais índices de ações internacionais em queda, agosto foi um mês árduo para os ativos de risco no mundo todo (Getty/Getty Images)
T
Thais CancianPublicado em 13/09/2022 às 06:25.

Em agosto, as ações da Petrobras (PBR) estiveram entre as mais negociadas por investidores brasileiros nas bolsas americanas, junto a grandes compras em big techs, como Tesla (TSLA), Apple (AAPL), Microsoft (MSF), Coca-Cola (KO), Google (GOOGL), AMC (AMC), Amazon (AMZN) e Disney (DIS). É o que mostra o levantamento da fintech australiana Stake. Segundo a pesquisa, foi um mês árduo para os ativos de risco no mundo todo, com o S&P 500 em queda, bem como a maior parte dos principais índices de ações internacionais.

Entre as ações preferidas dos brasileiros no período, os papeis da Petrobras (PBR) foram os únicos com retornos positivos, subindo mais de 20% em agosto (em dólar) após o pagamento de fartos dividendos para os seus acionistas. De acordo com a Stake, o alto volume de negociação dos ADRs da companhia brasileira indica que investidores brasileiros começaram a consolidar o seu portfólio na plataforma, investindo nos recibos da Vale (VALE) e Petrobras (PBR) listados na bolsa americana.

Já as ações de tecnologia, apesar de tradicionalmente queridas pelos brasileiros, não tiveram um mês com bons retornos. O período foi marcado pelo aumento das taxas de juros nos Estados Unidos e aumento na volatilidade da Bolsa de Valores após os comentários contracionistas de Jerome Powell, presidente do FED, no simpósio anual de Jackson Hole, no qual autoridades monetárias internacionais se encontram para discutir sobre o estado da economia global.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Os ETFs mais negociados em agosto

Entre os ETFs mais negociados em agosto, os principais índices que replicam a NASDAQ, como o QQQ, ou os que replicam a S&P 500, VOO e IVV, seguiram presentes. Os brasileiros também seguem investindo em imóveis: o VNQ e VNQI são dois dos principais ETFs que investem em REITs (Real Estate Investment Trust), fundos imobiliários dos Estados Unidos e de outros países do mundo.

Uma grande mudança destacada no período foi o surgimento de algumas apostas mais táticas no setor de petróleo e gás, com a presença do GUSH, ETF que investe no setor com alavancagem de 2x e com alta superior a 7% no mês. O levantamento também ressalta a presença do USOI, um ETF do Credit Suisse que realiza o lançamento de opções cobertas de petróleo. Assim, busca gerar uma remuneração extra para os investidores que estão apostando na alta do petróleo, realizando o lançamento coberto de opções de compra.

Confira a seguir a lista de ativos mais negociados por brasileiros na Stake em agosto:

Posição Ações ETFs
Apple Inc. (AAPL) Invesco QQQ ETF (QQQ)
Tesla, Inc. (TSLA) Vanguard S&P 500 ETF (VOO)
Microsoft Corporation (MSFT) iShares Core S&P 500 ETF (IVV)
Alphabet Inc. (GOOGL) ProShares UltraPro Short QQQ ETF (SQQQ)
The Coca-Cola Company (KO) Global X SuperDividend ETF (SDIV)
Amazon.com, Inc. (AMZN) Vanguard Real Estate ETF (VNQ)
The Walt Disney Company (DIS) Vanguard Global ex-U.S. Real Estate ETF (VNQI)
Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras (PBR) Direxion Daily S&P Oil & Gas Exp. & Prod. Bull 2x Shares ETF (GUSH)
Vale S.A (VALE) Credit Suisse Crude Oil Shares Covered Call ETN (USOI)
10º AMC Entertainment Holdings, Inc. (AMC) JPMorgan Equity Premium Income ETF (JEPI)

Fonte: Stake

Assine a EXAME e conte com a ajuda dos maiores especialistas do mercado na hora de investir