As ações e ETFs mais negociados por brasileiros em Wall Street durante julho

Levantamento da fintech Stake mostra que as ações de big techs foram os ativos favoritos dos brasileiros nas bolsas americanas durante o mês de julho
Wall Street: ações de gigantes da tecnologia foram os maiores destaques do mês entre investidores brasileiros nas bolsas americanas (Tim Clayton/Corbis/Getty Images)
Wall Street: ações de gigantes da tecnologia foram os maiores destaques do mês entre investidores brasileiros nas bolsas americanas (Tim Clayton/Corbis/Getty Images)
T
Thais CancianPublicado em 11/08/2022 às 16:43.

Em julho, as ações de big techs foram as mais negociadas por investidores brasileiros. Entre elas, destacam-se as ações da Apple (AAPL), Amazon (AMZN) e Microsoft (MSF). É o que mostra o levantamento da fintech australiana Stake, divulgado nesta terça-feira, 9. Segundo a pesquisa, o mês foi marcado pela recuperação dos ativos de risco a nível global e diminuição da volatilidade, tanto na renda fixa quanto em renda variável.

Para a Tesla (TSLA), por sua vez, as ações tiveram maior volume de vendas do que de compras. De acordo com a Stake, o movimento pode ser explicado pela valorização que a companhia obteve após divulgar seu balanço trimestral, registrando um lucro por ação de US$ 2,27 e receita de US$ 16,93 bilhões - depois da alta expressiva, é possível que investidores tenham buscado lucros. O período também foi marcado por um grande volume de compra dos ADRs da Vale (VALE).

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Penny stocks como a HyreCar (HYRE) e a Community Health Systems (CYH) também registraram grandes volumes de compras, com mais brasileiros negociando essa classe de papéis mais voláteis. Ainda em busca de maior volatilidade e rentabilidade, brasileiros também compraram um grande número de ações da Marathon Digital (MARA), companhia de mineração de criptomoedas que passou por forte valorização, acompanhando a ligeira recuperação no preço do Bitcoin.

Os ETFs mais negociados em julho

Entre os ETFs mais negociados do mês, o Vanguard Real Estate se destacou no topo da lista. O ProShares UltraPro Short QQQ ETF, que aposta na queda da Nasdaq com alavancagem de 3x, também registrou muitas compras, volume três vezes maior que o do Invesco QQQ, ETF que investe no índice famoso pelas empresas de tecnologia.

Confira a seguir a lista de ativos mais negociados por brasileiros na Stake em julho:

Posição Ações ETFs
Tesla, Inc. (TSLA) Vanguard Real Estate ETF (VNQ)
Apple Inc. (AAPL) ProShares UltraPro Short QQQ ETF (SQQQ)
Amazon.com, Inc. (AMZN) Invesco QQQ ETF (QQQ)
Vale S.A. (VALE) iShares Core S&P 500 ETF (IVV)
The Coca-Cola Company (KO) Vanguard S&P 500 ETF (VOO)
HyreCar Inc. (HYRE) ProShares Ultra VIX Short-Term Futures ETF (UVXY)
Community Health Systems, Inc. (CYH) Global X SuperDividend ETF (SDIV)
Oramed Pharmaceuticals Inc. (ORMP) ProShares UltraPro QQQ ETF (TQQQ)
Marathon Digital Holdings, Inc. (MARA) ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO)
10º Microsoft Corporation (MSFT) Global X Funds - Global X NASDAQ 100 Covered Call ETF (QYLD)

Fonte: Stake

Assine a EXAME e conte com a ajuda dos maiores especialistas do mercado na hora de investir