As ações e ETFs favoritos dos brasileiros nos Estados Unidos em outubro

Papéis de big techs e fundos que seguem índices do mercado imobiliário se destacam entre os mais negociados no mês
 (Michael Nagle/Bloomberg)
(Michael Nagle/Bloomberg)
R
Redação

Publicado em 14/11/2022 às 15:03.

Última atualização em 30/11/2022 às 10:05.

Em mês de temporada de balanços, brasileiros aproveitaram as grandes quedas de big techs para ir às compras.

Com a Amazon (AMZN) perdendo a marca dos US$ 1 trilhão em valor de mercado pela primeira vez desde março de 2020, os brasileiros foram grandes compradores da ação. É o que mostra o levantamento realizado pela plataforma de compra de ações americanas Stake.

 Veja na Quantum os ETFs mais rentáveis de 2022 na plataforma mais completa para profissionais de investimentos 

Rodrigo Lima, analista de investimentos da fintech, afirma que o principal destaque do mês foi para a Meta (META), conglomerado americano de tecnologia e redes sociais.
“A empresa caiu 31% devido à perda da lucratividade e aumento dos gastos com a tentativa de implementação do metaverso. Com isso, a companhia passou a negociar com um preço/lucro abaixo de dez vezes pela primeira vez desde o seu IPO”.

ETFS mais negociados

Em relação aos ETFs mais negociados, há a volta do interesse dos brasileiros pelo setor imobiliário americano, com o Vanguard Real Estate (VNQ) voltando a liderar a lista.

Estratégias alavancadas tanto para posições long quanto para posições short também seguem sendo bastante utilizadas, com três ETFs com alavancagem de 3x figurando na lista (SQQQ, SPXU e TQQQ).