10 fundos imobiliários que tiveram maior rentabilidade em maio

Segundo levantamento da Smartbrain, 46% dos FIIs negociados tiveram retorno positivo no mês
 (Germano Lûders/Exame)
(Germano Lûders/Exame)
Por Marília AlmeidaPublicado em 08/06/2022 06:00 | Última atualização em 07/06/2022 18:49Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Os fundos de investimento imobiliários (FIIs) apresentaram um retorno positivo no mês de abril. Segundo levantamento da Smartrbain, plataforma consolidadora de investimentos, dos 193 fundos imobiliários existentes, 46,63% encerraram o mês no azul. 

Entre os fundos com maior rentabilidade no mês estão Diamante (DAMT11B), que teve uma valorização de 26,67%; a Brazilian Graveyard and Death Care (CARE11), com uma valorização de 22,25%; e, na terceira posição, o Hectare CE FII (HCTR11), com alta de 8,38% no mês.

Gostaria de aprender a investir em fundos imobiliários? Acesse aqui o curso gratuito da EXAME Academy em parceria com a B3

O fundo Diamante investe no segmento de shoppings e lojas de varejo, enquanto o CARE11 investe em sepulturas. O fundo da Hectare aplica em recebíveis imobiliários.

O levantamento considera as variações das cotas e os dividendos, que são os aluguéis. São incluídos no ranking apenas fundos com pelo menos 30 negócios no mês e que existem há mais de três meses.

Desempenho em 2022

No acumulado do ano, 102 FIIs tiveram desempenho positivo. Os destaques foram: CARE11), com rentabilidade de 68,59%; Energy Resort (EGYR11), que apresentou uma rentabilidade de 26,06%, e o The One (ONEF11), que registrou rentabilidade de 18,49% no período.

Retorno na pandemia

Na pandemia, de março de 2020 a maio 2022, 43 fundos imobiliários, ou aproximadamente 37% do total negociado, apresentaram desempenho positivo.

Os três fundos no topo do ranking são: Europar (EURO11), com rentabilidade de 43,47%; CSHG Prime Offices (HGPO11), fundo que teve rentabilidade de 38,54% e investe em lajes corporativas; e o HCTR11, que apresentou uma valorização de 36,65%.

 

Veja Também