O impacto do fechamento da Ford para as ações da Localiza e do setor

Fim da produção da Ford no país deve reduzir oferta de veículos novos, mas efeito será semelhante em todos os players do setor, avalia Goldman Sachs

A decisão da Ford de encerrar as suas atividades de produção de automóveis no Brasil deve causar um impacto negativo limitado sobre os negócios da maior locadora de automóveis do país, a Localiza (RENT3).

Quer saber quais as ações que mais vão se beneficiar da retomada da economia? Conte com a assessoria do BTG Pactual digital

É o que dizem os analistas Bruno Amorim, Osmar Camilo e João Frizo, da equipe de equity research do Goldman Sachs, em relatório enviado a clientes. “Vemos as notícias como levemente negativas — a Ford teve cerca de 7,5% de market share no país em 2020 –, uma vez que a redução na oferta de carros novos pode reduzir os descontos da Localiza para comprar novos veículos”, escrevem.

Por outro lado, os analistas ponderam que essa mesma dificuldade deve ser enfrentada por concorrentes, o que significa que a Localiza não deve sofrer perda de vantagem competitiva. Os principais concorrentes são a Movida (MOVI3) e a Unidas (LCAM3), esta em processo de fusão com a própria Localiza, mas ainda independente.

“Nós seguimos com a recomendação de compra da Localiza, uma vez que vemos a companhia como bem posicionada para se beneficiar da recuperação em andamento, com uma provável volta do forte crescimento que vinha entregando ao longo dos últimos anos”, completam os analistas do Goldman Sachs.

As ações da Localiza acumularam valorização de 976% na última década, segundo cálculos da consultoria Economatica.

Os papéis da companhia na B3 são negociados neste início de tarde (às 14h30) com leve alta de 0,33%, a 69,85 reais. O preço-alvo estabelecido pelo Goldman é de 69,30 reais.

Mesma avaliação de impactos limitados teve a Ágora Investimentos, que reiterou a recomendação de compra para os três papéis.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.