• BVSP 117.669,90 -0,5%
  • USD 5,6786 -0,0022
  • EUR 6,7616 +0,0000
  • ABEV3 15,43 -0,13%
  • BBAS3 29,27 +0,55%
  • BBDC4 25,25 +0,04%
  • BRFS3 23,91 -1,97%
  • BRKM3 43,57 -0,98%
  • BRML3 9,95 +1,95%
  • BTOW3 62,7 -0,85%
  • CSAN3 89,25 -0,45%
  • ELET3 35,45 -1,50%
  • EMBR3 16,02 -0,37%
  • Petróleo 63,28 +0,52%
  • Ouro 1.742,80 -0,11%
  • Prata 25,32 -0,04%
  • Platina 1.206,00 -0,27%

No radar: Mortes por covid, discurso de Powell e o que mais move o mercado

Investidores têm um dos dias mais agitados da temporada de balanços, com 15 resultados para serem divulgados hoje

As principais bolsas estrangeiras apresentam leves perdas na manhã desta quinta-feira, 4, com investidores atentos aos movimentos dos títulos americanos e à espera do discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell

Conheça o maior banco de investimentos da América Latina e invista com os melhores assessores

Com parte do mercado internacional migrando de ações de tecnologia para de setores que podem se beneficiar de novos estímulos nos Estados Unidos, o Nasdaq futuro volta a cair mais que o S&P 500 e o Dow Jones, embora os três sigam no vermelho. Na última sessão, o índice da bolsa de tecnologia caiu 2,7%.

No Brasil, as atenções seguem com a PEC Emergencial, aumento do número de mortes por coronavírus e balanços do quarto trimestre. 

No último pregão, temores sobre uma debandada no Conselho da Petrobras chegou a derrubar o Ibovespa em mais de 3%, mas o índice reduziu as perdas, após o presidente da Câmara, Arthur Lira, afirmar que o Bolsa Família se manterá dentro do teto de gastos.

PEC Emergencial

Aprovada na última noite pelo Senado, a PEC Emergencial será votada em segundo turno nesta quinta, antes de ser enviada para apreciação na Câmara. O projeto prevê espaço de 44 bilhões de reais para pagamentos de benefícios, mas também gatilhos de controle de gastos, que podem ser acionados em caso de piora das contas públicas. 

Na véspera, houve a tentativa de o texto ser aprovado somente com a liberação do auxílio, sem os gatilhos de contenção de gastos, mas a proposta foi rejeitada pela maioria dos senadores.

Recorde de mortes

Enquanto os números de casos e mortes por coronavírus seguem caindo no mundo com o avanço das vacinações, no Brasil, a doença segue em seu pico, com o número de mortos voltando a bater recorde, com 1.840 registradas na quarta-feira, 3

Com o alívio da crise sanitária demorando mais do o esperado no país, ativos que dependem de maior mobilidade social vêm sofrendo duras perdas na bolsa, com as medidas de isolamento sendo reforçadas para evitar a sobrecarga de UTIs. No estado de São Paulo, somente serviços essenciais seguirão operando na próxima semana

Powell com a palavra

O discurso do presidente do Federal Reserve em evento do The Wall Street Journal, às 14h05, deve acompanhado de perto por investidores, que esperam por declarações sobre a perspectiva de aumento de inflação nos Estados Unidos e a recente alta dos rendimentos dos títulos públicos americanos. 

Iguatemi

Em um dos setores mais atingidos pela pandemia, a administradora de shoppings Iguatemi (IGTA3) irá divulgar o balanço do quarto trimestre após o encerramento do pregão. Embora exista a percepção por parte dos investidores de que o setor está descontado, com pouco espaço para as ações caírem muito mais do que já caíram, o resultado deve revelar alguma fraqueza nas vendas presenciais. 

Por outro lado, o avanço da parte digital, com o Iguatemi 365, deve voltar a mostrar uma forte aceleração, reduzindo os impactos negativos do balanço. 

Outros balanços 

Além do Iguatemi, mais 14 empresas devem divulgar balanços do quarto trimestre nesta quinta, um dos dias mais agitados da temporada de balanços. São elas: Azul (AZUL4), Arezzo (ARZZ3), B2W (BTOW3), B3 (B3SA3), Guararapes (GUAR3), Lojas Americanas (LAME3, MRV (MRVE3), Natura (NTCO3), Odontoprev (ODPV3), Ouro Fino (OFSA3), Randon (RAPT4), Tupy (TUPY3), Wiz (WIZS3) e São Carlos (SCAR3).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.