Morgan Stanley vê retomada da economia e recomenda novas posições

Em relatório sobre 2021, estrategistas do banco recomendam ampliar exposição a ações e títulos corporativos em detrimento de dinheiro e dívida pública

Estrategistas do Morgan Stanley disseram que a expectativa de uma recuperação econômica em “formato de V”, maior clareza sobre vacinas contra a covid-19 e contínuo apoio de políticas oferecem um ambiente favorável para ações e crédito no próximo ano.

Quer saber como posicionar os seus investimentos neste fim de ano? Conte com analistas certificados do BTG Pactual Digital e atendimento 24h/dia.

Em relatório sobre o cenário para 2021, estrategistas como Andrew Sheets recomendaram posição overweight (ou seja, com perspectiva de valorização) em ações e títulos corporativos em detrimento de dinheiro e dívida pública, além da venda de dólares. A volatilidade deve cair, e investidores precisam ser “pacientes” nos mercados de commodities, disseram os estrategistas.

“Esta recuperação global é sustentável, sincrônica e apoiada por políticas, seguindo grande parte do manual pós-recessão ‘normal’”, escreveram. “Confie na recuperação.”

Um índice de ações globais era negociado perto de nível recorde nesta segunda-feira, 16, em meio ao otimismo de que a distribuição esperada de vacinas e estímulos fiscais adicionais dos Estados Unidos irão impulsionar a economia mundial.

Ainda assim, céticos argumentam que a perspectiva de curto prazo é desafiadora, já que os países recorrem a restrições para combater o ressurgimento de casos de coronavírus e congressistas discutem sobre o tamanho dos gastos de estímulo dos EUA.

Conheça a EXAME Invest, o novo canal de investimentos da EXAME.

O Morgan Stanley faz coro ao JPMorgan Chase e ao Goldman Sachs ao traçar uma perspectiva positiva para as ações. O estrategista do JPMorgan Marko Kolanovic disse que os resultados das eleições nos EUA criam um argumento de ganhos para os mercados, enquanto David Kostin, do Goldman Sachs, espera que a sociedade volte ao normal gradualmente em 2021.

A equipe do Morgan Stanley não espera um caminho fácil para o crescimento e destacou que desafios significativos permanecem. Os riscos incluem uma nova onda de covid-19 pior do que o esperado no inverno do Hemisfério Norte e um retorno à austeridade no longo prazo, de acordo com o relatório.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.