Minhas Finanças

Vitreo Gestora lança seu primeiro fundo para investir em prata

O fundo busca ajudar o cliente a diversificar sua carteira

Vitreo: a gestora tem mais de R$ 5,5 bilhões em 43 fundos sob gestão (Vitreo/Divulgação)

Vitreo: a gestora tem mais de R$ 5,5 bilhões em 43 fundos sob gestão (Vitreo/Divulgação)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 30 de julho de 2020 às 12h34.

Última atualização em 30 de julho de 2020 às 16h49.

A Vitreo Gestão lança hoje seu primeiro fundo para investir em prata. O fundo, chamado Vitreo Prata FIM, vai investir 100% da carteira em prata via mercado futuro e ETFs internacionais, segundo informou a empresa. O fundo, que busca ajudar o cliente a diversificar sua carteira, tem como investimento mínimo R$ 1 mil e taxa de administração de 0,25% ao ano.

Fundada em outubro de 2018, a Vitreo tem mais de R$ 5,5 bilhões em 43 fundos sob gestão, dos quais 28 lançados após o início do isolamento social decorrente do coronavírus. Tem 100 funcionários, 40 contratados desde o início da pandemia.

Após cerca de 18 meses de operação apenas como gestora, a Vitreo iniciou sua corretora em junho. Além de Paulo Lemann, o filho do bilionário Jorge Paulo Lemann, a empresa também conta como sócios Alexandre Aoude, ex-presidente do Deutsche Bank AG no Brasil; e Patrick O’Grady, ex-sócio da XP Investimentos.

Acompanhe tudo sobre:Gestores de fundosInvestidoresMinérios

Mais de Minhas Finanças

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 65 milhões na poupança

Mega-sena acumula novamente e prêmio vai a R$ 65 milhões

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2752: prêmio acumulado é de R$ 58,1 milhões

Receita libera consulta ao 3º lote de restituição do IR 2024; veja como consultar

Mais na Exame