Invest

Tem dívidas? Mutirão que dá desconto em taxa de juros e aumenta prazo de pagamento termina hoje

Poderão ser negociadas dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e demais modalidades de crédito contraídas de bancos e instituições financeiras

Febraban: mutirão de renegociação é uma iniciativa dos bancos  (d3sign/Getty Images)

Febraban: mutirão de renegociação é uma iniciativa dos bancos (d3sign/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 15 de abril de 2024 às 15h13.

Os consumidores que estão endividados com os bancos poderão renegociar dívidas em um mutirão esta segunda-feira, dia 15 de abril. A iniciativa é da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com o Banco Central do Brasil, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e Procons de todo o país.

Poderão ser negociadas dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e demais modalidades de crédito contraídas de bancos e instituições financeiras, que estejam em atraso e não possuam bens dados em garantia ou prescritas. De acordo com a Febraban, os bancos estarão empenhados em trazer benefícios para o cliente e melhores condições daquelas já existentes no contrato.

Segundo Amaury Oliva, diretor-executivo de Cidadania Financeira da Febraban, a renegociação de dívidas inclui redução de taxas, extensão dos prazos para pagamento, alteração nas condições de pagamento, migração para outras modalidades de crédito mais baratas, de acordo com a política de cada instituição participante.

Como renegociar as dívidas com os bancos

A negociação poderá ser feita diretamente com a instituição financeira credora, em seus canais oficiais, ou pelo portal consumidor.gov.br, lembrando que o consumidor precisa ter sua conta Prata ou Ouro.

Além disso, na página do Mutirão 2024, criada para orientar o consumidor sobre como participar da campanha, há vídeos mostrando o passo a passo para negociar as dívidas e a lista das instituições participantes do Mutirão Nacional 2024, incluindo Procons.

Além disso, o consumidor encontrará conteúdo exclusivo sobre orientação financeira e acesso a outros canais, como o Registrato, sistema do Banco Central por meio do qual é possível acessar, entre outros, o Relatório de Empréstimos e Financiamentos (SCR), que contém a lista de dívidas em nome do consumidor perante as instituições financeiras.

Acompanhe tudo sobre:DívidasBancosJurosInadimplênciaFree Paywall

Mais de Invest

Menos de 1% das casas do país tem cobertura para alagamentos. Veja como acionar

Quer receber a restituição do IR no primeiro lote? Prazo para enviar a declaração termina hoje

Ida de Xi Jinping à Europa evidencia relação dúbia entre a China e o velho continente, diz Gavekal

CPF na nota? Nota Fiscal Paulista abre consulta para sorteio de R$ 1 milhão em maio

Mais na Exame