Minhas Finanças

Seguradora vende apólice contra riscos do Pokémon Go

A seguradora, que não revelou o preço da apólice, garante indenizações em caso de ferimentos, ou até mesmo a morte, devido ao jogo


	Pokémon Go: a febre pelo jogo já causou alguns acidentes graves em Israel
 (Akio Kon/Bloomberg)

Pokémon Go: a febre pelo jogo já causou alguns acidentes graves em Israel (Akio Kon/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 31 de julho de 2016 às 13h11.

Jerusalém -- A filial israelense de uma seguradora internacional está vendendo uma apólice especial contra os riscos representados pelo jogo Pokémon Go, após uma série de acidentes ligados ao aplicativo registrados em todo mundo.

A apólice está sendo vendida dentro da categoria de seguros de "acidentes pessoais" e é parecida com as comercializadas para pessoas que praticam esportes de risco, informou o jornal local "Yedioth Ahronoth".

A seguradora, que não revelou o preço da apólice, garante indenizações em caso de ferimentos, ou até mesmo a morte, por causa do jogo.

A febre de Pokémon Go já causou alguns acidentes graves em Israel, entre eles o de uma criança que caiu de bicicleta e bateu a cabeça quando perseguia pokémons.

O jogo também pôs os serviços de segurança interna do Exército em alerta, após a decisão de proibir o uso do aplicativo dentro das bases militares, por temor que as instalações secretas sejam fotografadas.

O aplicativo despertou tanto interesse em Israel que até um dos jornais ultra-ortodoxos mais conservadores, o "Yeted Neeman", dedicou três páginas de sua edição de fim de semana para falar do assunto, destacando os perigos mortais de Pokémon Go.

Acompanhe tudo sobre:AppsFinançasPar CorretoraPokémon GoSeguradoras

Mais de Minhas Finanças

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2748: prêmio acumulado é de R$ 14,6 milhões

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 15 milhões neste sábado; veja como apostar

Casal que ganhou R$ 324 milhões em loteria americana perde fortuna com investimentos mal-sucedidos

INSS volta a exigir perícia médica para prorrogar 'auxílio-doença'; entenda

Mais na Exame