Restituição de IR: Receita Federal paga lote para quem caiu na malha fina

Os lotes residuais são os de contribuintes que caíram na malha fina do IR, mas depois regularizaram as pendências
Imposto de Renda: o pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração (Agência Brasil/Marcello Casal)
Imposto de Renda: o pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração (Agência Brasil/Marcello Casal)
Por Karla MamonaPublicado em 29/04/2022 06:50 | Última atualização em 29/04/2022 08:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Receita Federal paga nesta sexta-feira, 29 de abril, as restituições do Imposto de Renda de Pessoa Física referentes aos anos anteriores. Os lotes residuais são os de contribuintes que caíram na malha fina do IR, mas depois regularizaram as pendências.

Ao todo, 210.153 contribuintes receberão R$ 180,556 milhões. Desse total, R$ 72,377 milhões referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal, sendo 3.188 contribuintes idosos acima de 80 anos, 25.119 contribuintes entre 60 e 79 anos, 2.295 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 9.203 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda 170.448 contribuintes não prioritários.

As consultas podem ser feitas na página da Receita na internet, pelo aplicativo para tablets e smartphones.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em "Solicitar restituição não resgatada na rede bancária".