Minhas Finanças

Quer que seu dinheiro renda? Prefira os fundos à poupança

Fundos de renda fixa ganham ainda mais atratividade em relação à poupança após alta da Selic; caderneta agora só ganha de fundos mais caros


	Martelo prestes a quebrar cofrinho: fundos de taxa inferior a 2% ao ano são mais rentáveis que a poupança
 (Stock.xchng/ Nerijus J)

Martelo prestes a quebrar cofrinho: fundos de taxa inferior a 2% ao ano são mais rentáveis que a poupança (Stock.xchng/ Nerijus J)

DR

Da Redação

Publicado em 2 de abril de 2014 às 20h46.

São Paulo - Os fundos de renda fixa estão ainda mais rentáveis que a caderneta de poupança na maioria das situações. Isso porque nesta quarta-feira a taxa Selic, taxa de juros que baliza a rentabilidade desses fundos, foi elevada de 10,75% para 11,00% ao ano, aumentando o potencial de rendimento dos fundos. O rendimento da poupança, por sua vez, permanece o mesmo.

A caderneta, contudo, permanece mais vantajosa que os fundos mais caros, cuja taxa de administração supera os 2,00% ao ano. A taxa de administração média dos fundos DI para o público de varejo em janeiro (data do último dado) era de 1,17% ao ano, enquanto que para os fundos de renda fixa era de 1,06% ao ano.

Quando a taxa Selic é maior ou igual a 8,50% ao ano, a remuneração da caderneta de poupança permanece em 0,50% ao mês mais Taxa Referencial (TR), a mesma remuneração atribuída aos depósitos feitos até 4 de maio de 2012, que seguem a antiga regra da poupança.

A nova regra da caderneta de poupança, de rendimento de 70% da Selic mais TR, só se aplica quando a taxa básica de juros é inferior a 8,50%.

Além disso, a poupança é isenta de imposto de renda, enquanto que os fundos de investimento sofrem tributação conforme a tabela regressiva do imposto de renda: quanto menor o prazo de aplicação, maior a alíquota do IR.

Assim, apesar de os fundos terem capacidade de ganhar bem mais que a poupança, a taxa de administração e o imposto de renda "comem" parte da sua rentabilidade. Dessa forma, os fundos mais caros são capazes de perder da poupança, principalmente em cenários de Selic mais baixa.

A estimativa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) é de que, no atual cenário de Selic, a rentabilidade da poupança seja de 0,55% ao mês (saiba calcular o rendimento da sua poupança, de acordo com o aniversário).

A tabela a seguir traz uma simulação da Anefac com a rentabilidade mensal simulada para fundos de renda fixa com diferentes taxas de administração e diferentes prazos. Os rendimentos em azul ganham da poupança, e aqueles em vermelho perdem dela.

Prazo de Resgate 0,50% 1,00% 1,50% 2,00% 2,50% 3,00%
Até 6 meses 0,65% 0,61% 0,57% 0,54% 0,50% 0,46%
Entre 6 meses e 1 ano 0,67% 0,63% 0,59% 0,56% 0,52% 0,48%
Entre 1 ano e 2 anos 0,69% 0,65% 0,62% 0,58% 0,54% 0,51%
Acima de 2 anos 0,71% 0,67% 0,64% 0,60% 0,56% 0,53%

Fonte: Anefac

Acompanhe tudo sobre:aplicacoes-financeirasCopomEstatísticasFundos de investimentoFundos DIfundos-de-renda-fixaIndicadores econômicosJurosPoupançaSelic

Mais de Minhas Finanças

Casal que ganhou R$ 324 milhões em loteria americana perde fortuna com investimentos mal-sucedidos

INSS volta a exigir perícia médica para prorrogar 'auxílio-doença'; entenda

Conheça as vantagens do Cartão BTG Black e saiba como pedir o seu

Abono salarial PIS/Pasep 2024: veja calendário de pagamento

Mais na Exame