Preços de aluguéis desaceleram em janeiro e ficam abaixo da inflação

Índice Fipezap ficou abaixo da inflação medida pelo IPCA e do IGP-M no primeiro mês do ano
As capitais que registraram elevação de preço de locação no mês foram Salvador (1,18%), Recife (0,88%), Florianópolis (0,87%), Curitiba (0,82%) e Rio (0,74%) (Germano Lüders/Exame)
As capitais que registraram elevação de preço de locação no mês foram Salvador (1,18%), Recife (0,88%), Florianópolis (0,87%), Curitiba (0,82%) e Rio (0,74%) (Germano Lüders/Exame)
R
RedaçãoPublicado em 18/02/2021 às 05:00.

O preço médio dos aluguéis de imóveis no país subiu 0,21% em janeiro, segundo o índice FipeZap, o que representa uma desaceleração em relação à alta de dezembro (0,43%). A variação ficou abaixo da inflação registrada no período, tanto pelo IPCA (0,25%) quanto pelo IGP-M (2,58%). 

As capitais monitoradas pelo índice que registraram elevação de preço médio de locação no mês foram Salvador (1,18%), Recife (0,88%), Florianópolis (0,87%), Curitiba (0,82%) e Rio de Janeiro (0,74%). Já as capitais que registraram recuos no primeiro mês são Porto Alegre (-0,56%), Fortaleza (-0,36%), Goiânia (-0,31%), São Paulo (-0,29%) e Brasília (-0,15%).

1 milhão de pessoas investem em fundos imobiliários. Ainda vale a pena entrar nesse mercado? Descubra com a EXAME Academy

Nos últimos 12 meses o índice teve alta de 2,31%. Comparativamente, a variação foi inferior à inflação registrada pelo IPCA/IBGE (4,56%) e pelo IGP-M/FGV (25,71%). 

Ao analisar as 25 cidades monitoradas, o preço médio do aluguel encerrou o mês em R$ 30,60/m². Entre as 11 capitais monitoradas, São Paulo se manteve como a capital com o preço médio mais elevado (R$ 40,01/m²), seguida pelos valores médios registrados em Brasília (R$ 32,28/m²), Recife (R$ 31,94/m²) e Rio de Janeiro (R$ 31,11/m²). Já entre as capitais com menor valor de locação residencial, destacaram-se: Fortaleza (R$ 17,31/m²), Goiânia (R$ 18,76/m²), Curitiba (R$ 20,93/m²) e Belo Horizonte (R$ 23,69/m²). 

O índice de locação do Fipezap é diferente do IGP-M, índice medido pela FGV que inclui preços no atacado e não tem relação direta com o mercado imobiliário. Como o IGP-M é muito influenciado pelo dólar, o índice acabou se descolando da dinâmica do mercado em 2020. Como resultado, muitos contratos acabaram não utilizando o índice de reajuste.

Veja abaixo a variação do aluguel em janeiro nas principais cidades: 

Cidade Variação em janeiro Variação nos últimos 12 meses Preço médio
IGP-M 2,58 25,71
Salvador 1,18 5,63 24,39
Recife 0,88 4,84 31,94
Florianópolis 0,87 1,05 26,86
Curitiba 0,82 -0,75 20,93
Rio de Janeiro 0,74 1,26 31,11
Belo Horizonte 0,56 6,57 23,69
IPCA 0,25 4,56
Índice FipeZap 0,21 2,31 30,6
Brasília -0,15 4,23 32,28
São Paulo -0,29 0,53 40,01
Goiânia -0,31 6,86 18,76
Fortaleza -0,36 -0,17 17,31
Porto Alegre -0,56 0,31 24,73