Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Preço da gasolina recuou 10,22% em julho, aponta pesquisa

São Paulo continua na liderança da gasolina mais barata do país, comercializada a R$ 6,13, com redução de 12,34%
Combustíveis: houve redução de 6,33% no preço do etanol, com o preço do litro em R$ 5,62 (Bloomberg/Getty Images)
Combustíveis: houve redução de 6,33% no preço do etanol, com o preço do litro em R$ 5,62 (Bloomberg/Getty Images)
Karla Mamona
Karla MamonaPublicado em 22/07/2022 às 14:37.

O preço médio do litro da gasolina comercializado nos postos de abastecimento do país fechou a primeira quinzena de julho a R$ 6,79, o que representa uma queda de 10,22%, na comparação com junho.

Também houve redução de 6,33% no preço do etanol, com o preço do litro em R$ 5,62. Os dados fazem parte do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) divulgado nesta sexta-feira, 22, que analisa preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log.

“Após a redução da alíquota do ICMS, houve um recuo expressivo no preço desses combustíveis, se comparado ao mês passado. Não só vimos uma redução na média nacional, como também nos postos de abastecimento de todas as regiões brasileiras, a exemplo do Distrito Federal, onde a gasolina ficou 19,68% mais barata para os motoristas; e no Rio de Janeiro, onde a queda chegou a 13,39% para o etanol, segundo o IPTL", afirmou Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

No recorte regional, a gasolina com valor mais baixo foi encontrada a R$ 6,30 nas bombas de abastecimento do Sul, com queda de 12,38% no preço. Já a média mais alta foi registrada no Nordeste, com o valor de R$ 7,10 e recuo de 7,92% no preço.

O Nordeste também apresentou a maior média para o etanol. O valor do combustível fechou o período a R$ 6,00 nos postos nordestinos, com recuo de 3,54%. Já o etanol mais barato foi registrado no Centro-Oeste, a R$ 4,85, com uma redução de 10,68%, a mais expressiva entre as demais regiões.

Nos destaques por estado, São Paulo continua na liderança da gasolina mais barata do país, comercializada a R$ 6,13, com redução de 12,34%. Já a média mais alta para esse combustível foi registrada no Piauí, a R$ 7,41, mesmo estando 8,17% mais barata.

O etanol com o preço médio mais baixo de todo o Brasil também foi encontrado nos postos de São Paulo, a R$ 4,28 e redução de 8,24% no preço. O Pará comercializou esse combustível pelo maior preço médio do País, a R$ 6,65, com um recuo de 2,28% em relação a junho. “Neste fechamento de primeira quinzena, entre todos os estados, o etanol se apresentou como a opção mais vantajosa para abastecimento apenas para os motoristas de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás”, finaliza Pina.