Pis/Pasep: saiba como consultar e sacar o dinheiro esquecido

A Caixa anunciou que 10,6 milhões de trabalhadores têm direito ao saque da cota do PIS/Pasep
Dinheiro: como o Fundo PIS/Pasep foi extinto, o seu patrimônio foi transferido para outro fundo, o FGTS, sob a gestão da Caixa (Gabriel Queiroz/Thinkstock)
Dinheiro: como o Fundo PIS/Pasep foi extinto, o seu patrimônio foi transferido para outro fundo, o FGTS, sob a gestão da Caixa (Gabriel Queiroz/Thinkstock)
Karla Mamona
Karla MamonaPublicado em 26/08/2022 às 10:44.

A Caixa anunciou que 10,6 milhões de trabalhadores poderão sacar o PIS/Pasep. O valor total disponível é de 24,6 bilhões de reais.

Tem direito ao saque quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada ou como servidor público no período de 1971 a 1988, e que não realizou a retirada de suas cotas de PIS/Pasep anteriormente.

Como consultar e sacar o PIS/Pasep

Como o Fundo PIS/Pasep foi extinto, o seu patrimônio foi transferido para outro fundo, o FGTS, sob a gestão da Caixa.

Dessa forma, os valores do PIS/Pasep migraram para contas de FGTS em nome dos trabalhadores. Por isso, a consulta e o saque do PIS/Pasep são realizados por meio do aplicativo do FGTS.

Passo a passo para solicitar o saque

Para solicitar o saque, abre o App FGTS, selecione a mensagem “Você possui saque disponível”, depois “Solicitar o saque do PIS/Pasep”, escolha a forma de saque (crédito em conta ou presencial), verifique seus dados e selecione “Confirmar saque”.

O saldo pode ser creditado em conta bancária de qualquer instituição indicada pelo trabalhador, sem nenhum custo. O crédito estará disponível em até cinco dias úteis.

Caso o cidadão escolha receber pelos canais físicos, o saque pode ser feito com Cartão Social, por exemplo, o Cartão Cidadão, até o valor de R$ 3 mil em unidades lotéricas ou terminais de autoatendimento da Caixa.