34% dos pais já se endividaram com presentes para os filhos, aponta pesquisa

Às vésperas do Dia dos Pais, levantamento ainda mostra que 52% dos pais já deixaram de comprar algo que precisavam para satisfazer o desejo dos filhos
Pai e filhas: a maioria dos pais está ensinando os filhos a lidar com dinheiro, mostra pesquisa (Johner Images/Getty Images)
Pai e filhas: a maioria dos pais está ensinando os filhos a lidar com dinheiro, mostra pesquisa (Johner Images/Getty Images)
T
Thais Cancian

Publicado em 12/08/2022 às 10:05.

Última atualização em 12/08/2022 às 10:32.

Um pesquisa divulgada pela Acordo Certo, fintech de renegociação de dívidas, apontou que 34% dos pais já fizeram dívidas para comprar algo para os seus filhos, enquanto 52% deixaram de comprar alguma coisa que precisavam, para realizar o desejo das crianças.

Dos entrevistados, 38% afirmaram já terem levado o filho ao supermercado e gastado mais do que o planejado; 40% já compraram presentes mais caros do que podiam pagar; e 31% compraram um produto de certa marca a pedido do filho, mesmo com a disponibilidade de opções similares mais baratas.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Bruna Allemann, educadora financeira da Acordo Certo, alerta que é importante colocar na balança se o pedido do filho é prioridade em relação ao bem-estar financeiro da família. “Um pai quer sempre atender a todos os pedidos do filho, mas é preciso avaliar se a compra compromete alguma conta básica da casa”, afirma.

“Se possível, faça uma lista e vá às compras sozinho. Outra dica é estabelecer um limite de gastos para a criança e explicar o que elas podem ou não comprar naquele momento”, explica Allemann.

Para o levantamento, foram entrevistados 724 homens em todo Brasil com dois filhos, em média; 57% têm entre 35 e 54 anos; e 74% moram com os filhos.

Educação financeira em casa

Ainda de acordo com a pesquisa, a maioria dos pais está ensinando os filhos a lidar com dinheiro. Pelos dados, 65% dizem não fazer todas as vontades do filho, recusando determinados pedidos. Um em cada três tem o hábito de dar mesada, e 80% já conversaram com o filho sobre como guardar dinheiro.

“Ensinar sobre moderação, dar mesada e estimular a poupança desde cedo ajuda a controlar os gastos da família e a formar adultos capazes de gerir sua vida financeira de forma mais saudável”, aconselha a especialista.

Expectativas para o Dia dos Pais

Dos entrevistados, 58% disseram que costumam ganhar um presente de Dia dos Pais. A maioria (85%) afirma dar valor a qualquer coisa que ganhe; 59% concordou que não faz questão de ganhar presentes; e 42% acreditam que não é preciso comprar algo caro para presentear alguém.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME por menos de R$ 11/mês