Como escolher as melhores opções de ações para investir

Especialista do BTG Pactual digital ajuda a entender o que o investidor deve levar em conta na hora de montar uma estratégia com opções
 (Berkah/Getty Images)
(Berkah/Getty Images)
I
Isabel Rocha

Publicado em 19/04/2021 às 18:42.

Última atualização em 23/04/2021 às 12:12.

Opções de ações podem ser um instrumento poderoso para potencializar lucros e minimizar perdas. Mas a verdade é que muitas pessoas ainda têm dúvidas na hora de entrar neste mercado. Afinal, como identificar as melhores opções para investir? Quais critérios devem ser levados em conta nesse momento?

Aprenda a identificar a melhor estratégia com opções para os seus objetivos

O que são opções de ações

Estamos falando de um tipo de investimento de renda variável que permite ao investidor criar estratégias para proteger ou alavancar sua carteira em momentos de alta volatilidade do mercado. Isso acontece por meio da compra de contratos que especulam o preço futuro de um ativo.

É importante ter em mente que, ao operar opções, o investidor não está investindo diretamente em uma empresa, mas sim negociando o direito de compra (call options) ou de venda (put options) daqueles papeis por um preço predeterminado.

Em outras palavras, conhecer essa modalidade de investimento pode ser útil para obter retornos positivos independentemente da variação do preço da ação-objeto. Pensando nisso, a Exame conversou com Jerson Zanlorenzi, responsável pela mesa de ações e derivativos do BTG Pactual digital.

Veja, a seguir, três fatores que devem ser considerados ao operar no mercado de opções.

1. Vencimento de opções

É extremamente importante que o investidor tenha o prazo de vencimento de opções em mente antes de realizar uma operação no mercado de opções.

Isso porque, além de apostar na direção (de alta ou de baixa do ativo), é preciso acertar o momento em que a movimentação irá acontecer para que a estratégia seja bem-sucedida.

“Como as opções vencem todos os meses, existe o risco de o investidor realizar uma operação que vence em maio, apostando na alta do ativo, mas essa alta só chegar em junho”, alerta Zanlorenzi. “Isso quer dizer que você pode até estar certo em sua tese. Mas, se não acertar o tempo dessa tese, o resultado será ser negativo”, complementa.

O vencimento das opções na B3 acontece sempre na terceira segunda-feira do mês.

2. Preço

Depois do prazo de vencimento, é chegada a hora de olhar para o preço da opção que deseja operar. Há dois preços que devem ser levados em conta: o valor pago pela compra daquela opção (conhecido como prêmio) e o valor pelo qual o ativo-objeto será negociado no futuro (conhecido como strike ou preço de exercício).

Zanlorenzi explica que ambos devem ser considerados antes de escolher em qual opção investir, já que o valor do strike interfere diretamente no valor do prêmio.

“Se uma pessoa deseja comprar uma opção de PETR4 apostando na alta em cima do preço atual das ações de Petrobras (PETR4), que hoje está na casa dos 23 reais, vai pagar bastante por ela", diz.

"Já se opta por uma opção de compra acima dos 24 reais (PETRD24), consegue pagar mais barato. Por isso, é preciso adequar sua estratégia ao preço daquela opção”, complementa.

3. Ativo-objeto

As opções são conhecidas por serem naturalmente mais voláteis que os demais ativos negociados na Bolsa. Por isso, é importante conhecer o ativo-objeto (de onde o valor daquela opção deriva) para saber se ele realmente faz sentido dentro da sua estratégia.

“Ao operar opções do setor aéreo, por exemplo, você tem que estar disposto a lidar com mais volatilidade do que ao operar no setor elétrico”, exemplifica Zanlorenzi.

Isso quer dizer que, assim como no mercado de ações, respeitar o seu perfil de investidor e conhecer o cenário que pode impactar seus ativos também é essencial para ter sucesso no mercado de opções.

Em quais opções investir?

Segundo Zanlorenzi, há dois setores que podem ser destacados como boas apostas para o investidor que deseja operar opções de ações atualmente: um que leva em conta o cenário global e outro que considera a questão dos preços aqui no Brasil.

Opções de ações no setor de commodities

Por estarem descorrelacionados do mercado nacional (e, portanto, menos expostos a questões políticas e econômicas do Brasil) papeis ligados ao setor de commodities e materiais básicos como um todo devem se beneficiar neste momento.

Algumas das opções de ações para investir no setor de commodities são:

  • Vale (VALE3);
  • Suzano (SUZB3);
  • Gerdau (GGBR4);
  • Braskem (BRKM5);
  • Use Minas (USIM5)

Opções de ações no setor bancário

Outro setor que chama atenção do especialista é o bancário – que, por conta da pandemia, está bastante desvalorizado.

“Estes papeis tiveram um ano muito difícil e já acumulam queda de mais ou menos 15% em 2021. Então, acredito que dá para operar e ter bons retornos com o setor”, afirma Zanlorenzi.

Aprenda a operar no mercado de opções

Com o objetivo de aprofundar o conhecimento dos brasileiros no mercado de opções e capacitar cada vez mais pessoas a operarem nesta modalidade de investimento, a EXAME Academy e o BTG Pactual digital lançaram o curso Estratégias Vencedoras com Opções.

Ministrado por Jerson Zanlorenzi, o curso utiliza uma linguagem simples e acessível para abordar assuntos que vão desde os conceitos mais básicos (como “o que é uma opção?” ou “quais opções existem hoje?”) até análises de riscos, oportunidades e estratégias.

As inscrições podem ser feitas por meio da página da EXAME Academy.

Quer entender, de uma vez por todas, como funciona esse mercado? Participe do curso Estratégias Vencedoras com Opções