Minhas Finanças

Lavadora, sapato e roupas estão entre maiores liquidações de janeiro

Preços de alguns itens já caíram mais de 1% no mês, na média, de acordo com dados de inflação do IBGE

IBGE: Máquinas de lavar estão 1,7% mais baratas e preço das roupas femininas, na média, caíram 0,26% (Dado Galdieri/Bloomberg)

IBGE: Máquinas de lavar estão 1,7% mais baratas e preço das roupas femininas, na média, caíram 0,26% (Dado Galdieri/Bloomberg)

JE

Juliana Elias

Publicado em 23 de janeiro de 2020 às 12h59.

São Paulo - As tradicionais liquidações pós-Natal e Ano Novo já estão reduzindo os preços de diversos itens como roupas e eletroeletrônicos. É o que apontam os dados prévios da inflação de janeiro, o IPCA-15, divulgado nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os eletrodomésticos estão, em média, 0,65% mais baratos que no começo de dezembro, e os preços de roupas femininas caíram 0,26%. Geladeira, computador, sapatos, ternos e calças são alguns dos itens em desconto. Máquina de lavar roupa lidera lista das maiores reduções do período, com queda de 1,7% no preço médio.

Móveis e artigos para casa, por outro lado, grupo que abrange de camas e cortinas a tapetes e potes de plástico, ainda não viram redução nos preços, e estão ligeiramente mais caros que no mês passados.

Para chegar à inflação média do país, o IBGE verifica quinzenalmente os preços de mais 400 produtos e serviços vendidos em várias capitais. O IPCA-15 mostra uma prévia do mês, e checou os preços entre 12 de dezembro e 14 de janeiro.

Isso significa que as quedas resgitradas até aqui ainda podem ficar maiores, já que fazem a comparação com preços praticados pouco antes da semana do Natal e não captam eventuais aumentos que ainda aconteceram depois. As variações também dizem respeito aos preços médios no país, o que significa que pode haver quedas maiores ou menores nas diferentes cidades e estabelecimentos. 

Para fazer o levantamento, EXAME considerou apenas bens de consumo duráveis e semiduráveis (móveis, eletroeletrônicos e vestuário e artigos pessoais). A cesta completa do IBGE ainda considera outros itens como serviços, transportes e alimentos para chegar à inflação total.

Veja os 20 itens que ficaram mais baratos entre dezembro e janeiro:

itemvariação
MÁQUINA DE LAVAR ROUPA-1,71
SAPATO INFANTIL-1,36
CHINELO MASCULINO-1,36
TERNO-1,32
AGASALHO FEMININO-1,20
SAIA-1,05
GELADEIRA-0,99
VESTIDO-0,93
VESTIDO INFANTIL-0,74
APARELHO DE DVD-0,61
CALÇA COMPRIDA INFANTIL-0,52
CUECA-0,51
CALÇA FEMININA-0,50
COMPUTADOR-0,42
MÓVEIS PARA SALA-0,40
RELÓGIO DE PULSO-0,32
CAMISA / CAMISETA MASCULINA-0,27
MICRO-ONDAS-0,25
AGASALHO INFANTIL-0,22
TÊNIS-0,20
MÓVEL INFANTIL-0,19

Veja os 10 itens que ficaram mais caros

itemvariação
BIJUTERIA1,31
AR-CONDICIONADO1,25
CALÇA MASCULINA1,15
CONJUNTO INFANTIL1,05
UTENSÍLIOS DE PLÁSTICO1,05
TAPETE0,97
LIQUIDIFICADOR0,94
JÓIA0,94
VENTILADOR0,91
UNIFORME ESCOLAR0,90

 

Acompanhe tudo sobre:ComércioInflaçãoIPCALiquidaçõesVarejo

Mais de Minhas Finanças

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 65 milhões na poupança

Mega-sena acumula novamente e prêmio vai a R$ 65 milhões

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2752: prêmio acumulado é de R$ 58,1 milhões

Receita libera consulta ao 3º lote de restituição do IR 2024; veja como consultar

Mais na Exame