IR 2022: Receita paga último lote da restituição hoje; veja como consultar

O pagamento de R$ 1,9 bilhão será realizado para 1,2 milhão de contribuintes nesta sexta-feira, 30 de setembro
Imposto de Renda 2022: restituição ficará disponível no banco durante um ano (Hillary Kladke/Divulgação)
Imposto de Renda 2022: restituição ficará disponível no banco durante um ano (Hillary Kladke/Divulgação)
T
Thais CancianPublicado em 30/09/2022 às 06:04.

A Receita Federal paga nesta sexta-feira, 30 de setembro, o quinto e último lote de restituição do Imposto de Renda 2022. O pagamento será realizado para 1.220.501 contribuintes, totalizando R$ 1,9 bilhão.

Desse total, R$ 221,1 milhões serão pagos aos contribuintes que têm prioridade legal. São 5.201 idosos acima de 80 anos, 36.492 entre 60 e 79 anos, 4.247 com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave, e 15.378 cuja maior fonte de renda seja o magistério. Ainda foram contemplados 1,1 milhão de contribuintes não prioritários.

Com este lote, a Receita conclui o pagamento de todas as restituições do exercício de 2022 que não apresentaram inconsistência.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Como consultar a restituição?

Para saber se a restituição está disponível, é necessário acessar a página da Receita, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar a Restituição”.

A página dá orientações e permite uma consulta simplificada ou completa da situação da declaração. Para isso, basta acessar o extrato de processamento no e-CAC. Se identificar alguma pendência, o contribuinte poderá retificar a declaração, corrigindo as informações que estejam equivocadas.

A Receita também disponibiliza um aplicativo para tablets e smartphones que possibilita consultar informações sobre liberação das restituições  e a situação cadastral de uma inscrição no CPF diretamente nas bases da Receita.

Onde cai o pagamento da restituição?

O pagamento da restituição é realizado na conta bancária informada na declaração do Imposto de Renda, de forma direta ou por indicação de chave Pix. O valor restituído ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-lo de forma online, mediante formulário eletrônico, com um pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço de extrato do processamento da DIRPF.

Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores pelo Portal BB, acessando o site ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (para capitais), 0800-729-0001 (para demais localidades) e 0800-729-0088 (exclusivo para deficientes auditivos).

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME por menos de R$ 11/mês