De ator a day trader: Márcio Kieling conta como ganha R$ 500 por dia na B3

Há um ano, Márcio Kieling se interessou pelo mercado financeiro e estudou para ser day trader. Ele alerta sobre falsos mentores na internet
Kieling: "Day trade não é joguinho de sorte. Você tem que ter um controle emocional para perder e saber a hora de parar quando ganha" (Márcio Kieling/Divulgação/Divulgação)
Kieling: "Day trade não é joguinho de sorte. Você tem que ter um controle emocional para perder e saber a hora de parar quando ganha" (Márcio Kieling/Divulgação/Divulgação)
Por Karla MamonaPublicado em 30/06/2021 15:05 | Última atualização em 03/07/2021 17:17Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Longe dos palcos e dos sets de filmagem devido à pandemia de coronavírus, o Márcio Kieling, ator que interpretou o cantor Zezé di Camargo no filme 2 filhos de Francisco, se dedicou a aprender sobre o mercado financeiro. Há um ano, ele estuda sobre investimentos e tem realizado operações de day trade de contratos de mini dólar e mini índice futuro. 

O interesse em ser day trader surgiu como uma alternativa de busca de renda, enquanto as gravações estavam paralisadas. “Eu sempre fui pé atrás com assuntos relacionados ao mercado, mas depois que conheci a plataforma Profit fiquei fascinado. Foi indicação de um amigo. No mercado, quanto mais a gente estuda e se dedica, melhor é o resultado. Eu entendi que só dependia da minha dedicação.”

EXAME Invest e LAATUS vão transformar o seu jeito de operar no mercado. Conheça o conteúdo completo e atualizado sobre renda variável e trading

Buscando informações na internet e nas redes sociais, Kieling encontrou uma pessoa que dava mentoria trader. O profissional, denominado como “mentor”, dava aulas e montava posições para os alunos aprenderem no simulador. Depois de algumas aulas, ele percebeu que o mentor não era uma pessoa séria. Segundo o ator, ao contrário do que parecia, o mentor ganhava dinheiro oferecendo mentoria e não operando no mercado. 

Márcio Kieling

"O mercado é soberano e a pessoa pode perder tudo se não estiver preparada." (Márcio Kieling/divulgação/Divulgação)

“O dinheiro que ele mostrava que ganhava era de posições montadas no simulador. Na verdade, ele ganha dinheiro vendendo a mentoria. Vende sonhos que não são reais.”

Kieling percebeu que este “mentor” não ajudaria da maneira necessária após cinco dias sendo orientado pelo profissional. Ele e mais alguns amigos perderam dinheiro durante um encontro com o mentor no Rio de Janeiro. “No primeiro dia, em cinco minutos, perdi 1.000 reais. Foi o dinheiro mais rápido que já perdi na vida. Todos os meus amigos perderam dinheiro naquela semana.”

Mesmo sem a orientação correta, Kieling queria seguir sendo day trader e por indicação, encontrou uma pessoa séria que o orientou. Com este novo mentor, ele percebeu que não conseguiria facilmente ganhar entre 1.000 reais e 5.000 reais logo de início. 

“Estes valores ficaram na minha cabeça porque era o que o outro mentor tinha falado. Isso mexeu com o meu psicológico. Hoje, eu faço 500 reais por dia e fico satisfeito. Tenho em mente que se eu perder um dia, tenho que ganhar dois. Assim, estarei sempre no lucro.”

Cuidados com o day trade

O ator destaca ainda que para fazer operações de day trade é importante fazer o gerenciamento de risco do capital investido. “Ninguém deve investir um dinheiro que será usado para pagar uma conta ou a pessoa depende daquele valor para sobreviver. Day trade não é joguinho de sorte. Você tem que ter um controle emocional para perder e saber a hora de parar quando ganha. O mercado é soberano e a pessoa pode perder tudo se não estiver preparada."

Alguns amigos e conhecidos pedem para que Kieling faça operações por eles. Mas o ator afirma que ainda não tem interesse e opera apenas capital próprio. “Eu acho muita responsabilidade. Eu sou meu patrão. Em poucas horas, alcanço minha meta e desligo. Ter tempo para você mesmo e sua família é a maior riqueza que se pode ter.” Além de operações de day trade, o ator investe em ações, fundos imobiliários e criptomoedas. 

A carteira de investimentos foi montada também no último ano, já que antes, Kieling não tinha conhecimento sobre investimentos. “Nunca é tarde para aprender. Mas se tivesse começado há 20 anos atrás, hoje, o cenário seria diferente.”

Apesar de gostar muito do mercado financeiro,  Kieling tem planos para voltar para as telinhas. No próximo semestre, deve retomar as gravações da próxima temporada da série "Chuteira Preta". “Uma profissão não impede a outra. Ninguém precisa ser só uma coisa na vida. Pode ter certeza que o cachê desta vez será investido.”