Caixa libera empréstimo de até R$ 1 mil para quem tem nome sujo

Para pessoas físicas, o empréstimo é de até R$ 1 mil e a taxa de juro é a partir de 1,95% ao mês
Caixa: os empréstimos podem ser solicitados por quem está com o nome sujo ou quem tem restrições cadastrais (Pilar Olivares/Agência Brasil)
Caixa: os empréstimos podem ser solicitados por quem está com o nome sujo ou quem tem restrições cadastrais (Pilar Olivares/Agência Brasil)
Karla Mamona
Karla Mamona

Publicado em 28/03/2022 às 12:43.

Última atualização em 29/03/2022 às 10:01.

A Caixa libera a partir desta segunda-feira, 28 de março, as linhas de crédito para pessoa física e microempreendedores individuais. A medida faz parte do Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital) e deve beneficiar 4,5 milhões de pessoas.

Os empréstimos podem ser solicitados por quem está com o nome sujo ou quem tem restrições cadastrais. De acordo com o banco, a medida visa inclusão bancária desse público, bem como oferecer uma oportunidade de promover a capacidade produtiva desses empreendedores e a expansão sustentável dos pequenos negócios no país.

Para pessoas físicas, o empréstimo é de até R$ 1 mil e a taxa de juro é a partir de 1,95% ao mês e parcelamento em até 24 meses, podendo ser contratado pelo aplicativo Caixa Tem, sem necessidade de ir ao banco.

Para solicitar o crédito, é preciso que os interessados em obter os recursos tenham em seus celulares a última versão do aplicativo, que pode ser baixada nas lojas da Google Play ou Apple Store. Na sequência, é preciso fazer a atualização cadastral no CAIXA Tem, em que o usuário digitaliza o documento de identidade, envia uma foto “selfie” e informa a renda mensal.

Pessoas jurídicas

Já o crédito para clientes pessoa jurídica, com possibilidade de contratação de até R$ 3 mil, parcelamento em até 24 meses e taxa de juros a partir de 1,99% ao mês.

Para contratar a linha de crédito, é necessário ter uma conta na Caixa, ter mais de 12 meses de faturamento como microempreendedor individual, apresentar comprovante de residência e documentos pessoais e da empresa. Para ambas as linhas, os recursos poderão ser utilizados para o aumento do capital de giro, aquisição de insumos e investimentos em equipamentos e utensílios que favoreçam o aumento da produção.

Quem pode solicitar?

Pode solicitar o empréstimo quem exerce alguma atividade produtiva ou de prestação de serviços. Só pode recorrer ao crédito quem não tinha, até 31 de janeiro de 2022, operações de crédito ativas pelo Sistema de Informações de Créditos disponibilizado pelo Banco Central do Brasil. Essa regra vale para pessoa física e microempreendedores individuais.

As pessoas físicas ou MEIs que tenham condenação relacionada a trabalho em condições análogas às de escravo ou a trabalho infantil não podem ser contemplados.

Veja Também

Caixa cria comitê para reforçar governança de financiamentos
seloMercado imobiliário
Há 3 dias • 1 min de leitura

Caixa cria comitê para reforçar governança de financiamentos

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 115 milhões
seloMinhas Finanças
Há 4 dias • 1 min de leitura

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 115 milhões

'FGTS Futuro' poderá ser usado para imóvel; entenda
seloMercado imobiliário
Há 4 dias • 2 min de leitura

'FGTS Futuro' poderá ser usado para imóvel; entenda