Invest

Caixa anuncia novos pagamentos do auxílio reconstrução às famílias do RS; veja como sacar R$ 5,1 mil

Desde o lançamento do auxílio até o momento, o governo disponibilizou cerca de R$ 854,1 milhões a 167,4 mil famílias

Auxílio Reconstrução: as famílias não precisam se preocupar em abrir contas para o recebimento do benefício (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Auxílio Reconstrução: as famílias não precisam se preocupar em abrir contas para o recebimento do benefício (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 19 de junho de 2024 às 10h30.

Tudo sobreRio Grande do Sul
Saiba mais

A Caixa realiza novos pagamentos do auxílio reconstrução às famílias desalojadas ou desabrigadas no Rio Grande do Sul. O benefício, no valor de R$ 5,1 mil, será creditado para 7,3 mil famílias. Desde o lançamento do auxílio até o momento, o governo disponibilizou cerca de R$ 854,1 milhões a 167,4 mil famílias, incluindo os pagamentos desta semana.

Os beneficiários não precisam se preocupar em abrir contas para o recebimento do valor. A caixa identifica se o responsável familiar já possui conta corrente ou poupança no banco e efetua o crédito automaticamente, sem que seja necessário comparecer a uma agência.

Caso o beneficiário não tenha conta, a Caixa se encarrega de abrir, também de forma automática, uma Poupança Caixa Tem, que poderá ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

Como será o pagamento?

Veja abaixo passo a passo do pagamento:

1- As prefeituras cadastram as famílias desabrigadas ou desalojadas e enviam os cadastros para o sistema do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR);

2- O responsável familiar entra no site do Auxílio Reconstrução, realiza o login com a senha do portal Gov.Br e faz a confirmação do cadastro;

3- Os dados são cruzados pela Dataprev, que encaminha à Caixa a folha de pagamentos de forma escalonada, na medida em que as famílias forem sendo cadastradas e confirmadas;

4- A Caixa efetua o crédito em conta para o beneficiário em até dois úteis após o recebimento da folha.

Como os valores podem ser movimentados?

Caso o beneficiário já tenha conta corrente ou poupança na Caixa, ela será utilizada para crédito do benefício. Nesses casos, a movimentação do benefício poderá ser realizada com o cartão da conta ou de forma digital no Internet Banking da Caixa.

Caso o beneficiário não tenha conta na Caixa, será realizada abertura de conta pelo banco no Aplicativo Caixa Tem. Pelo App é possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio das maquininhas de cartão espalhadas por todo o Brasil.

O beneficiário também pode fazer transferências via Pix, além de realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas.

Utilizando o aplicativo Caixa Tem também é possível fazer saques nas unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e terminais de autoatendimento, por meio da geração de token diretamente no aplicativo.

Em decorrência da situação em que se encontra o estado, a recomendação é que o beneficiário só se dirija a uma agência da nas seguintes situações:

  • Beneficiário sem acesso ao aplicativo CAIXA Tem e sem cartão para movimentação.

Para aqueles que estejam impossibilitados de usar os canais digitais, a Caixa informa que tem 283 agências, além das unidades lotéricas, que estão funcionando em todo estado do Rio Grande do Sul. As cidades de Montenegro, Cruzeiro do Sul, Roca Sales, Guaíba e Arroio do Meio contam com atendimento dos Caminhões Caixa.

Acompanhe tudo sobre:CaixaRio Grande do SulFree Paywall

Mais de Invest

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2747: prêmio acumulado em R$ 8,5 milhões

Gustavo Franco: Palavras ao vento

Nem XPML11, nem MXRF11: veja 5 FIIs promissores em julho, segundo a Empiricus

Quanto tempo morando junto tem direito à herança?

Mais na Exame