Alta de preços de carros novos e usados ganha força em novembro

Modelos 2022 passaram dos 2% de reajuste médio no mês; usados chegaram a passar dos 3%, aponta KBB
Entre os modelos 2022, o índice médio de variação passou de 1,64% há dois meses para 2,24% no mês passado (EXAME/Divulgação)
Entre os modelos 2022, o índice médio de variação passou de 1,64% há dois meses para 2,24% no mês passado (EXAME/Divulgação)
R
Redação Publicado em 16/12/2021 às 14:17.

Apesar da tímida recuperação de produção e vendas em novembro em comparação com outubro, a oferta deprimida de veículos continua exercendo pressão sobre os preços de automóveis. No mês, os carros 0 km ficaram em média 1,51% mais caros, enquanto seminovos subiram 2,28% e o valor de usados aumentou 1,92%, segundo a Kelley Blue Book.

No mês passado foram comercializadas 173 mil unidades de veículos, o que representa aumento de 6,5% ante a outubro. O resultado é coerente com a expectativa de vendas historicamente mais aquecidas no último trimestre do ano. Contudo não foi o bastante para atenuar a queda de 23,1% nos emplacamentos em comparação com novembro do ano passado.

Em relação à produção, 2021 ainda está 13,5% abaixo do patamar de 2020, ainda que em novembro tenha havido incremento de 15,1% na entrega de automóveis por parte das fabricantes.

Neste cenário, em que a oferta da indústria não consegue acompanhar a demanda em alta pelo período mais favorável do ano, a KBB Brasil observa que a curva de aumento de preços se acentuou.

Se em outubro o indicador de preços registrava acréscimo médio de 1,38% nos preços dos carros novos, em novembro este número passou a 1,51%. Entre os modelos 2022, o índice médio de variação passou de 1,64% há dois meses para 2,24% no mês passado, conforme mostra a tabela abaixo.

Carros novos

Variação média do preço dos carros 0 km

Ano modelo Outubro Novembro Média mensal em 2020 Acumulado 2021
Média 1,38% 1,51% 0,48% 8,29%
2022 1,64% 2,24% 0,00% 16,87%
2021 0,68% 0,07% 0,43% 6,52%

Carros seminovos (0 a 3 anos de uso)

No caso dos veículos seminovos, com até três anos de uso, também é observada uma tendência de alta. Em média, os aumentos passaram de 1,67% para 2,28% nos últimos dois meses, chegando ao pico de 2,92% para os carros 2020 em novembro.

Variação média de preços dos carros seminovos

Ano modelo Outubro Novembro Média mensal em 2020 Acumulado 2021
Média 1,67% 2,28% 0,38% 15,07%
2021 1,52% 1,90% 0,62% 11,78%
2020 0,61% 2,92% 0,71% 11,83%
2019 2,25% 1,84% 0,21% 17,07%
2018 2,36% 2,41% 0,14% 19,64%

Carros usados (de 4 a 10 anos de uso)

Já com relação aos carros usados (de quatro a dez anos), houve leve arrefecimento na curva média de variação positiva, uma vez que os 1,92% de novembro ficaram abaixo dos 2,21% observados em outubro. Porém, vale destacar que o ano modelo 2013 registrou pico de 3,45% de incremento médio de preços no mês passado.

Variação média de preços dos carros usados

Ano modelo Outubro Novembro Média mensal em 2020 Acumulado 2021
Média 2,21% 1,92% 0,16% 21,01%
2017 2,22% 1,76% 0,05% 20,23%
2016 2,60% 1,25% 0,14% 18,20%
2015 2,67% 1,27% 0,13% 20,70%
2014 2,01% 2,65% 0,02% 20,46%
2013 1,38% 3,45% 0,21% 22,12%
2012 2,04% 1,72% 0,32% 21,69%
2011 2,40% 1,47% 0,23% 22,91%

O indicador de novembro da KBB Brasil analisou uma amostragem com 26.376 versões de veículos novos e usados à venda no mercado.

A KBB Brasil utiliza tecnologias de análise de dados e big data para produzir os levantamentos. O processamento é realizado por um algoritmo alimentado semanalmente por uma base com mais de 800 mil informações de preços de diferentes fontes do mercado, avaliados diariamente por uma equipe de especialistas. Os preços podem ser consultados gratuitamente no site.

Aprenda como investir seu dinheiro para comprar um carro! Comece agora