Minhas Finanças

Airbnb ou seus rivais? Veja qual é o melhor site para reservar hospedagem

Algumas plataformas cobram taxas, mas também oferecem descontos que podem baratear a viagem. Confira a avaliação da associação Proteste

Airbnb: Plataforma cobra taxas de limpeza e de serviço de até 20% do valor da reserva (Martin Bureau/AFP)

Airbnb: Plataforma cobra taxas de limpeza e de serviço de até 20% do valor da reserva (Martin Bureau/AFP)

Júlia Lewgoy

Júlia Lewgoy

Publicado em 23 de junho de 2018 às 07h00.

Última atualização em 23 de junho de 2018 às 07h00.

São Paulo - Fechar a hospedagem da viagem por meio de sites especializados pode ser um jeito de encontrar condições especiais de pagamento. Seja para reservar hotéis, hostels ou casas e apartamentos com ou sem o proprietário, algumas plataformas cobram taxas, mas também oferecem descontos que podem baratear a viagem.

Para ajudar o consumidor a fazer a escolha certa, de acordo com os seus objetivos, a associação de consumidores Proteste avaliou seis sites de reserva de hospedagem.  Antes de tudo, o viajante precisa escolher o lugar de destino, sua data de entrada e de saída, o perfil de hospedagem e a quantidade de quartos desejados.

A Proteste alerta que o consumidor  deve estar atento ao valor total do pacote – incluindo as taxas de serviço do site, se houver –, às formas de pagamento e à política de cancelamento.

Ao entrar nos sites de reserva, o usuário deve fazer seu cadastro, já que várias plataformas oferecem descontos ou créditos aos clientes cadastrados. Também é recomendável ler as avaliações dos usuários que já se hospedaram no local.

A seguir, confira como funcionam seis sites de reservas de hospedagem, segundo um levantamento da Proteste:

Booking.com

Para reservar: Apartamentos e casas sem proprietários, campings, hostels, pousadas e hotéis.

Vantagens: O site expõe 28 milhões de anúncios em 220 países e mostra avaliações de outros hóspedes sobre conforto, limpeza, café da manhã e Wi-Fi.

Taxas: A plataforma não cobra taxas adicionais.

Descontos: Se indicar um amigo, o usuário recebe 59 reais de bônus na plataforma. Se o amigo fizer uma reserva, o usuário recebe mais 59 reais.  Viajantes frequentemente também ganham descontos nas tarifas.

Pagamento: Algumas locações pedem os dados do cartão de crédito antecipadamente e pré-autorizam a cobrança do valor total da reserva.

Cancelamento: Só é gratuito se for feito em até 48 horas antes da data de check-in.

Hoteis.com

Para reservar: Hostels, pousadas e hotéis.

Vantagens: O site mostra 297 mil estabelecimentos no mundo.

Taxas: A plataforma pode cobrar taxas de serviço adicionais e os impostos e taxas de câmbio podem encarecer a reserva.

Descontos: A plataforma tem um programa de fidelidade que oferece “preços secretos”, com até 50% de desconto. Ao escolher uma hospedagem de dez dias, o usuário ganha uma diária grátis na próxima reserva. O consumidor também é reembolsado se encontrar um preço menor para a mesma estadia.

Pagamento: Pode ser pré-pago ou pós-pago.

Cancelamento: Gratuito, se for feito com 24 horas de antecedência até a data do check-in. Depois desse prazo, é necessário pagar o valor total da diária, sem reembolso se o hóspede não comparecer.

Hostelworld

Para reservar: Hostels, pousadas e hotéis.  

Vantagens: O site é especializado em hostels. Exibe 10 mil albergues em 155 países.

Taxas: Se ainda não for cadastrado na plataforma, o usuário paga dois dólares para reservar.

Descontos: Ao informar um problema, o cliente recebe do site o valor do depósito ou um crédito de 50 dólares pelo inconveniente, que pode ser usado como um voucher em futuras reservas.

Pagamento: A plataforma pede dados do cartão de crédito, do cartão de débito ou da conta do PayPal. Para reservar, é necessário depositar 10% do valor total da hospedagem. O restante é pago direto na hospedagem.

Cancelamento: Pode ser gratuito, reembolsável ou não reembolsável.

Airbnb

Para reservar: Quartos em residências com proprietários, apartamentos e casas.

Vantagens: O site conecta usuários e anfitriões de 191 países. Para o anfitrião cadastrar a residência, precisa cumprir quesitos básicos de segurança, hospitalidade e responsabilidade.

O usuário pode filtrar a residência pelo idioma do anfitrião e conversar diretamente com o proprietário. Também consegue ver a classificação da estadia e ler os comentários de outros hóspedes.

Taxas: A plataforma cobra taxas de limpeza e de serviço de até 20% do valor da reserva. Taxa de câmbio e impostos também podem deixar a reserva mais cara.

Descontos: Quem indicar um amigo recebe crédito de 50 reais para utilizar em viagens futuras.

Pagamento: É negociado diretamente entre o hóspede e o anfitrião.

Cancelamento: Pode ser flexível, moderada ou rigoroso, de acordo com o proprietário.

Alugue Temporada

Para reservar: Quartos em residências com proprietários, apartamentos e casas.

Vantagens: O site mostra um milhão de anúncios pelo mundo. O usuário pode enviar mensagens diretamente ao proprietário ou solicitar cotações por e-mail. As respostas chegam em até 48 horas. Os hóspedes avaliam os imóveis e também são avaliados pelos proprietários.

Taxas: Somente o proprietário paga para anunciar. Taxa de câmbio e impostos podem deixar a reserva mais cara para o usuário.

Descontos: O site faz campanhas de descontos eventualmente.

Pagamento: É negociado diretamente entre o hóspede e o proprietário.

Cancelamento: Cada proprietário define a sua política.

Homestay

Para reservar: Quartos em residências com proprietários.

Vantagens: O site mostra quartos em residências onde os proprietários moram, em 150 países. Para escolher o local, o usuário pode usar filtros como distância do centro, serviços como refeição ou acesso à cozinha, perfil do hóspede escolhido pelo anfitrião e passatempos oferecidos. O anfitrião tem até 36 horas para responder a solicitação do usuário, enviada por um formulário online.

Taxas: A plataforma cobra uma taxa de serviço de 15% do valor da reserva, não reembolsável.

Descontos: Ao indicar um amigo, o usuário recebe 20 euros de crédito e o amigo, 80 euros de desconto na reserva.

Pagamento: É feito diretamente para o anfitrião, na chegada ou antecipadamente.

Cancelamento: O valor só é devolvido se o pedido for feito até sete dias antes da reserva.

Acompanhe tudo sobre:AirbnbConsumidoresHotéisPromoçõesProtesteSitesTaxasViagensviagens-pessoais

Mais de Minhas Finanças

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 65 milhões na poupança

Mega-sena acumula novamente e prêmio vai a R$ 65 milhões

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2752: prêmio acumulado é de R$ 58,1 milhões

Receita libera consulta ao 3º lote de restituição do IR 2024; veja como consultar

Mais na Exame