Bancos antecipam restituição do Imposto de Renda; veja se vale a pena

Bancos oferecem linha de créditos para aqueles que buscam adiantar o recebimento da restituição do imposto de renda, saiba o que considerar na hora de contratar o crédito
Imposto de Renda 2022: Com os pagamentos mais tardios acontecendo no espaço de 6 meses, muitas pessoas se beneficiariam de receber este dinheiro antes do acordado; (Priscila Zambotto/Getty Images)
Imposto de Renda 2022: Com os pagamentos mais tardios acontecendo no espaço de 6 meses, muitas pessoas se beneficiariam de receber este dinheiro antes do acordado; (Priscila Zambotto/Getty Images)
Por Tales RamosPublicado em 11/04/2022 10:39 | Última atualização em 11/04/2022 15:26Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Para aqueles que estão preenchendo ou já terminaram a declaração de Imposto de Renda 2022 é importante ficar de olho no calendário de pagamento da Receita federal, pois quem tem valor a ser restituído pode precisar deste dinheiro logo. As restituições acontecerão a partir do final de maio e serão feitas em 5 lotes. Veja calendário abaixo:

  • 1º lote: 31 de maio
  • 2º lote: 30 de junho
  • 3º lote: 30 de julho
  • 4º lote: 31 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro

Com os pagamentos mais tardios acontecendo no espaço de 6 meses, muitas pessoas se beneficiariam de receber este dinheiro antes do acordado, e é por isso que diversos bancos liberam, nesta época do ano, uma linha de crédito de adiantamento da restituição do Imposto de Renda, para que qualquer pessoa possa acelerar a utilização da quantia programada. Aqui estão as características de cada linha de crédito oferecida pelos principais bancos do país:

Banco do Brasil

Data limite para pedido do crédito: 30 de setembro de 2022;
Limite de valor: 100% da sua restituição limitado a R$ 20 mil;
Prazo de pagamento: No dia do recebimento da restituição ou no vencimento do contrato, previsto para janeiro de 2023, o que ocorrer primeiro;
Taxa de juros: variam de acordo com o perfil do cliente, a partir de 1,99% ao mês;
Como fazer a contratação: Na rede de agências e nos canais digitais.

Itaú

Data limite para pedido do crédito: 31 de outubro de 2022
Limite de valor: varia de R$ 5 mil a R$ 10 mil, dependendo do segmento do cliente;
Prazo de pagamento: Parcela única na data de recebimento da restituição ou no vencimento do contrato (21/12/2022), o que acontecer antes;
Taxa de juros: a partir de 2% ao mês;
Como fazer a contratação: Agências e canais digitais;

Bradesco

Data limite para pedido do crédito: 30 de julho de 2022;
Limite de valor: 100% da sua restituição limitado a R$ 50 mil;
Prazo de pagamento: A parcela é única com vencimento na data da Restituição do IR, ou 30/09/22, o que ocorrer primeiro;
Taxa de juros: As taxas serão disponibilizadas automaticamente pelo sistema de acordo com o perfil e relacionamento do cliente.
Como fazer a contratação: Agência ou canais digitais.

Santander

Data limite para pedido do crédito: 20 de dezembro de 2022;
Limite de valor: 100% da sua restituição.
Prazo de pagamento: O contrato é liquidado automaticamente, na data em que a Receita Federal creditar o valor da restituição na conta do cliente.
Taxa de juros: a partir de 1,69% ao mês;
Como fazer a contratação: App Santander, caixas eletrônicos e agências.

Como escolher a linha de crédito

Antes de escolher a linha de crédito, é importante analisar se crédito é uma boa opção para sua situação financeira. Fernando Dal-Ri Murcia, professor e diretor de pesquisas da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (FIPECAFI), ressalta que estas linhas de crédito apresentadas pelos bancos são mais baratas (com juros menores) por serem dívidas adquiridas com garantia, ou seja, o banco tem um baixo grau de incerteza sobre o recebimento da sua restituição.

Ele ressalta ainda que é importante ter confiança em cima dos valores preenchidos na declaração, pois o valor final de restituição está sob influência do processo de auditoria da Receita Federal, para que ninguém faça o pedido de crédito e depois acabe recebendo menos do que foi calculado.

"Para quem está muito endividado, com outros tipos de dívida, ela pode ser uma dívida interessante, vis-a-vis o custo que você vai ter na operação”, ou seja, pode ser interessante utilizar de uma dívida menos custosa, para quitar uma dívida mais cara, como cartão de crédito ou cheque especial.

E para aqueles que não têm dívidas ativas, Murcia comentou que pode ser interessante esperar pela entrada da restituição, pois este valor renderá baseado na taxa Selic. Com o valor atual de 11,75% em abril e previsões de subir para 12,75%, a espera pode levar a um rendimento considerável para um valor que pode ser liquidado dentro do período apresentado no calendário.