Invest

15 dicas para economizar dinheiro e evitar problemas financeiros

Proteste dá dicas de como administrar o dinheiro e conquistar uma vida financeira mais equilibrada

Porquinho e calculadora: administrar bem o dinheiro ajuda a realizar objetivos de vida e permite viver uma vida confortável (BrianAJackson/Thinkstock)

Porquinho e calculadora: administrar bem o dinheiro ajuda a realizar objetivos de vida e permite viver uma vida confortável (BrianAJackson/Thinkstock)

Marília Almeida

Marília Almeida

Publicado em 23 de outubro de 2022 às 07h00.

Saber como administrar o dinheiro é fundamental para ter uma vida financeira equilibrada. Dessa forma, é possível evitar problemas, como o acúmulo de dívidas e a dificuldade em lidar com imprevistos, entre outros.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Serasa, a ausência de educação financeira e a falta de controle dos gastos são alguns dos motivos que levam os brasileiros à inadimplência.

Tenha acesso agora a todos materiais gratuitos da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal

Administrar melhor as finanças não apenas evita problemas, mas também ajuda a planejar o futuro e realizar objetivos de vida, além de permitir viver uma vida confortável dentro do orçamento.

A associação de consumidores Proteste dá 15 dicas para cuidar melhor das finanças:

1 - Analise a sua situação financeira

O primeiro passo para organizar as finanças é analisar a sua situação financeira atual.

Comece identificando quais são os seus ganhos mensais, os gastos, suas dívidas e investimentos, se tiver.

É importante saber se você está no “vermelho”, mas quer sair dessa enrascada, ou se está no “verde”, mas quer melhorar sua vida financeira.

2 - Crie metas e objetivos financeiros

Para cada situação há a necessidade de se criar metas e objetivos financeiros de curto, médio e longo prazo.

Após analisar a sua situação financeira, defina objetivos que você deseja alcançar, como construir patrimônio, juntar dinheiro para a aposentadoria, comprar um imóvel, pagar dívidas, entre outros.

E para alcançar cada um desses objetivos, crie metas. Por exemplo, se o objetivo é pagar uma dívida, a meta pode ser renegociar a conta e pagá-la mensalmente. Se você pretende comprar um imóvel, pode guardar determinada quantia todo mês até alcançar o valor necessário.

3 - Separe seu dinheiro em gastos fixos, essenciais e variáveis

Outra dica essencial para cuidar melhor do seu dinheiro é entender os seus gastos e separá-los por categorias, sendo elas: gastos fixos, essenciais e variáveis.

Ao separá-los, você entende a importância de cada item e sabe exatamente quanto está gastando em cada categoria.

4 - Registre seus custos e ganhos

Para ter um registro preciso, organize em uma planilha todos os custos que você identificou e categorizou na dica anterior e registre também os seus ganhos.

Ao destacar seus custos e ganhos, você saberá exatamente se está gastando mais do que ganha, por exemplo.

Além disso, é uma forma de saber para onde seu dinheiro está indo todo mês e identificar quais gastos podem ser cortados.

5 - Monitore sua evolução financeira

Com todos os dados registrados você também tem a oportunidade de monitorar sua evolução financeira.

É importante ter esse acompanhamento mensal para que se sinta cada vez mais motivado a cuidar das finanças e alcançar os seus objetivos.

6 - Monte uma reserva de emergência

Outra dica essencial para ficar livre de problemas financeiros é montar uma reserva de emergência.

Não tem nada pior para seu orçamento do que ter um imprevisto e não ter o dinheiro guardado para lidar com essa situação. Desemprego, crise financeira, problemas com o carro, doenças e até emergências com os pets podem ocorrer a qualquer momento.

Portanto, ter uma reserva para lidar com esses imprevistos é essencial para não comprometer o orçamento e acabar recorrendo a opções de crédito com juros altos.

7 - Evite gastar mais do que ganha

Também é importante ter controle na hora de comprar produtos ou adquirir serviços para que os gastos não ultrapassem os ganhos.

Para fazer isso, coloque como meta gastar apenas o que estiver dentro do seu orçamento mensal, sem se esquecer de reservar uma parcela para compor a sua reserva financeira, investir e também guardar para seus objetivos.

8 - Prefira pagar à vista e evite cartão de crédito

Outra forma de não ter gastos acima dos ganhos é evitar as contas parceladas no cartão de crédito e dar preferência para as compras à vista. Assim você tem maior controle do quanto pode gastar no mês.

Embora o cartão de crédito tenha as suas vantagens, como adquirir produtos mais caros por meio de parcelas que cabem no orçamento mensal, ele pode se tornar um vilão se não for usado com sabedoria.

9 - Pesquise e compare preços

Pesquisar e comparar preços são atitudes que vão te ajudar a economizar dinheiro e a manter o equilíbrio na sua vida financeira.

Isso vale tanto para os produtos ou serviços mais caros, como eletrodomésticos, eletrônicos, plano de saúde, quanto para itens mais baratos, como produtos de supermercado, medicamentos, entre outros.

Economizar é sempre bom e faz muita diferença nas finanças.

10 - Opte por comprar bens duráveis

Para usar o seu dinheiro da melhor forma também é importante optar por bens duráveis, que tenham garantia e qualidade.

Comprar produtos mais baratos, mas que não oferecem bom custo-benefício, é uma falsa economia, pois na maioria das vezes é necessário substituir por outro, já que apresenta uma vida útil curta.

11 - Evite comprar por impulso

Comprar por impulso também pode comprometer o seu orçamento.

Por isso, é importante evitar as compras sem planejamento e organizar todos os seus gastos, para que nada fuja do seu controle financeiro.

12 - Resolva suas pendências financeiras

As dívidas podem desestabilizar qualquer orçamento, ainda mais quando os juros começam a acumular e se transformam em uma despesa enorme.

A dica nesse caso é: renegocie suas pendências financeiras. Esse é o caminho para uma vida financeira equilibrada.

13 - Evite contrair dívidas

Não basta resolver as dívidas que você já possui: também é importante evitar novos débitos.

Quem não muda esses hábitos vive pagando contas com juros e nunca terá dinheiro sobrando para realizar sonhos.

14 - Use a tecnologia a seu favor

Outra dica para ter o controle das suas finanças é usar planilhas financeiras, aplicativos, consultas de extrato e de movimentações bancárias pelo internet banking.

15 - Opte por serviços de economia compartilhada

Experimentar serviços de economia compartilhada também é uma forma de economizar dinheiro. Em vez de pagar por planos individuais, incluir mais pessoas no pacote pode sair mais econômico.

Acompanhe tudo sobre:Dívidas pessoaiseducacao-financeiraorcamento-pessoalProteste

Mais de Invest

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2747: prêmio acumulado em R$ 8,5 milhões

Gustavo Franco: Palavras ao vento

Nem XPML11, nem MXRF11: veja 5 FIIs promissores em julho, segundo a Empiricus

Quanto tempo morando junto tem direito à herança?

Mais na Exame