• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

Estamos muito satisfeitos com resultado do 1T22, diz CEO da Wiz (WIZS3)

Para Heverton Peixoto, o resultado da Wiz foi positivo mesmo se teve uma queda de 18,7% no lucro líquido
 (Exame/WIZ)
(Exame/WIZ)
Por Carlo CautiPublicado em 13/05/2022 19:36 | Última atualização em 13/05/2022 19:37Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Para o CEO da Wiz (WIZS3), Heverton Peixoto, os resultados obtidos pela empresa de seguros no primeiro trimestre de 2022 foram "extremamente satisfatórios".

Mesmo se a empresa teve uma redução de 18,7% no lucro líquido na comparação anual, passando de R$ 63,6 milhões no primeiro trimestre de 2021 para R$ 51,7 milhões no mesmo período de 2022, Peixoto considera esse resultado positivo.

A receita receita líquida da prestação de serviços caiu 4,5%, de R$ 224 milhões no primeiro trimestre de 2021 para R$ 214,3 milhões no mesmo período desse ano.

Por sua vez, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) gerencial chegou a R$ 93,6 milhões, queda de 14,3% em relação a 2021.

"Entregamos o primeiro trimestre sem as operações oriundas do contrato com a Caixa Econômica Federal. E, mesmo assim, conseguimos alcançar uma redução moderada do lucro. Aliás, crescemos 25,7% na comparação trimestral", explica Peixoto em entrevista à EXAME.

O contrato com a Caixa representava cerca de 80% do total do faturamento da Wiz.

Em 2018, o banco público comunicou que encerraria a parceria com a Wiz, que teve uma duração de 47 anos.

A Caixa não escolheu a empresa como co-corretora do balcão de seguros.

"O contrato da Caixa para a Wiz é coisa do passado. Estamos com uma capacidade de crescimento violenta", salientou Peixoto, 'Entregamos um número basicamente em linha com o mesmo período de 2021. E isso significa que diversificamos muito nossas receitas. Posso dizer que nossa força, nesse momento está na diversificação".

Diversificação é o caminho para a Wiz (WIZS3)

Esse é o quinto trimestre consecutivo que a Wiz registra crescimentos seguidos.

O executivo salientou como entre os novos clientes da Wiz estão:

  • Santander (SANB11),
  • Banrisul (BRSR6),
  • Itaú (ITUB4),
  • Banco Inter (BIDI11),

"Isso é parte de uma estratégia que foi traçada em 2018, e que agora está começando a mostrar seus resultados sólidos", diz Peixoto.

No caso do caixa, o saldo final ajustado foi de R$167,9 milhões no final do 1T22, uma redução de 62,9% em relação ao 4T21, mas quase o dobro em relação ao mesmo período do ano passado.

Para a empresa, essa redução do caixa no trimestre foi efeito do pagamento da primeira parcela da aquisição da BRB Seguros

"A Wiz termina o primeiro trimestre capitalizada, com uma estrutura financeira sólida, e com um nível de endividamento abaixo do Ebitda, dívida líquida quase zero e a previsão que novas transações da Wiz não consumam muito mais caixa", explicou Peixoto.