Vale e Petro seguram queda do Ibovespa em pregão marcado por risco fiscal

Petrobras sobe com expectativa de menor pressão sobre política de preços; governo mira impostos para baratear combustíveis
Painel de cotações na B3 (Germano Lüders/Exame)
Painel de cotações na B3 (Germano Lüders/Exame)
Por Beatriz QuesadaGuilherme Guilherme

Publicado em 07/06/2022 às 17:35.

Última atualização em 07/06/2022 às 19:08.

Ibovespa hoje: o principal índice da bolsa brasileira fechou perto da estabilidade nesta terça-feira, 7, dividido entre a ameaça de risco fiscal e as altas das ações de empresas de commodities. Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3/PETR4), que são as duas maiores ações da carteira teórica do Ibovespa, ficaram entre as maiores altas do dia e barraram as perdas do Ibovespa.

  • Ibovespa: - 0,11%, 110.069 pontos

A preocupação com o fiscal ronda a bolsa desde ontem, reagindo a manobras do governo para reduzir o preço dos combustíveis em ano eleitoral. Na véspera, o presidente Jair Bolsonaro anunciou uma proposta que pretende compensar estados para zerar ICMS da gasolina, diesel e gás. A medida liga o alarme fiscal: analistas avaliam que as medidas podem ter um impacto da ordem de R$ 80 bilhões no Orçamento, segundo a Bloomberg. 

"A mudança pode ser muito boa para a inflação de curtíssimo prazo, mas pode estressar ainda mais a curva de juros e o dólar, devido ao impacto fiscal dos projetos", disse Álvaro Frasson, economista do BTG Pactual, em morning call desta manhã.

Foi o que aconteceu. A curva de juros longos, mais sensíveis ao fiscal, sobe, enquanto a moeda americana avança contra o real. O dólar, por sinal, já subiu quase 10 centavos ante o real, podendo fechar na maior alta desde o início de maio. A moeda brasileira tem o pior desempenho entre as principais emergentes nesta terça.

  • Dólar: + 1,64%, R$ 4,874

Por outro lado, a proposta do governo poderia, em tese, reduzir as pressões sobre a política de preços da Petrobras — e é isso que sustenta as altas da petroleira nesta terça. Já a Vale salta mais de 2% e lidera os ganhos do Ibovespa acompanhando a retomada da China após as restrições de covid-19. O alívio sobre a economia chinesa impulsiona o preço do minério de ferro, que subiu acima de US$ 145 a tonelada.

  • Vale (VALE3): + 2,34%
  • Petrobras (PETR4): + 1,19%
  • Petrobras (PETR3): + 0,36%

Sem a força de Vale e Petrobras, o saldo do dia teria sido bem diferente. Apenas 21 ações do Ibovespa encerraram o dia em terreno positivo. Entre as baixas, as ações mais afetadas por juros altos lideram as perdas. Soma (SOMA3) e Positivo (POSI3) recuaram mais de 4%. 

A maior queda, no entanto, foi da Cielo (CIEL3), que caiu 4,28%. Com a queda, a ação devolveu parte dos fortes ganhos do ano — a Cielo é o papel que mais sobe em 2022, com alta de 66%. 

  • Cielo (CIEL3): - 4,28%
  • Soma (SOMA3): - 4,14%
  • Positivo (POSI3): - 4,07%

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia