Twitter (TWTR34) desaba na bolsa após Musk desistir de comprar a rede social

Negócio de US$ 44 bilhões foi cancelado pelo bilionário na última sexta, dando início a processo judicial
Musk poderia ser obrigado a pagar US$ 1 bilhão por não desistir do acordo de compra da rede social (LightRocket/Getty Images)
Musk poderia ser obrigado a pagar US$ 1 bilhão por não desistir do acordo de compra da rede social (LightRocket/Getty Images)
Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Publicado em 11/07/2022 às 12:25.

Última atualização em 11/07/2022 às 17:34.

As ações do Twitter (TWTR) recuaram mais de 11% na bolsa americana Nasdaq nesta segunda-feira, 11, dando sequência às perdas do último pregão quando o bilionário Elon Musk anunciou que desistiu de comprar a rede social. 

Na última sexta-feira, o advogado de Musk notificou o conselho do Twitter de que o empresário deseja cancelar o acordo de US$ 44 bilhões (cerca de R$ 250 bilhões). As ações já haviam recuado 5,10% no pregão passado.

Em resposta ao recuo de Musk, os BDRs do Twitter (TWTR34) negociados no Brasil também fecharam o dia em forte queda. As ações da Tesla, da qual Musk é CEO, também foram prejudicadas pela desistência.

  • Twitter (TWTR): - 11,30%
  • Twitter (TWTR34): - 9,06%
  • Tesla (TSLA): - 6,55%
  • Tesla (TSLA34): - 4,83%

      Musk poderia ser obrigado a pagar US$ 1 bilhão por não desistir do acordo de compra da rede social.

      A quebra do acordo

      Em documento enviado à Securities and Exchange Commission (SEC, o órgão regulador do mercado americano), Musk afirma que a empresa “parece ter fornecido informações falsas e enganosas” e “não cumpriu com suas obrigações contratuais”.

      A decisão abre espaço para uma disputa judicial. O Twitter irá entrar na Justiça para que Musk cumpra o acordo de compra. “O Conselho do Twitter está comprometido em fechar a transação no preço e nos termos acordados com Musk e planeja entrar com uma ação legal para fazer cumprir o acordo de fusão”, disse Bret Taylor, presidente do conselho, em um tuíte.

      Veja também