SulAmérica deve crescer via aquisição, diz analista

BTG Pactual Digital vê sentido em proposta por HB Saúde e projeta upside de 41% para as ações da SulAmérica
Caminhão da SulAmérica | Foto: Divulgação (Foto/Divulgação)
Caminhão da SulAmérica | Foto: Divulgação (Foto/Divulgação)
Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

Publicado em 31/08/2021 às 09:06.

Última atualização em 31/08/2021 às 12:38.

A proposta da SulAmérica (SULA11) de 485 milhões de reais pelo Grupo HB Saúde, do interior de São Paulo, faz parte do que deve ser a principal estratégia de crescimento companhia. Isso é o que afirma Fernando Mollo, analista de ações do BTG Pactual Digital.

"A proposta faz sentido, dado o baixo potencial de crescimento orgânico. Captação de empresas menores é natural nesse tipo de estratégia da SulAmérica", disse o analista na Abertura de Mercado desta terça-feira, 31.

Com a aquisição do Grupo HB, a gigante de planos de saúde espera ampliar seu modelo de assistência semi-verticalizada. O modelo é utilizado pela Paraná Clínicas, adquirida no ano passado pela SulAmérica por 396 milhões de reais.

Com recomendação de compra para as ações da SulAmérica, o BTG Pactual Digital tem preço-alvo de 42 reais para as units da companhia. O valor representa um potencial de alta (upside) de 41,80% em relação ao preço do último pregão, quando as units fecharam cotadas a 29,62 reais.

Quer saber mais sobre a tese de investimento em SulAmérica? Leia o relatório completo e gratuito do BTG Pactual Digital