Safra compra Conglomerado Alfa por R$ 1,03 bilhão

Safra se comprometeu a protocolar pedidos de OPA na CVM em até 30 dias
Sede do Safra em São Paulo (Germano Lüders/Exame)
Sede do Safra em São Paulo (Germano Lüders/Exame)
D
Da Redação

Publicado em 24/11/2022 às 09:41.

Última atualização em 24/11/2022 às 12:08.

O Safra fechou o contrato para a compra do controle do Conglomerado Alfa por um montante estimado em R$ 1,03 bilhão.

O valor da aquisição envolve a compra de todas as ações que a Administradora Fortaleza possui nas empresas do conglomerado: Banco Alfa, Banco Alfa de Investimento, Consórcio Alfa, Financeira Alfa, Alfa Seguradora, Alfa Previdência e Alfa Arrendamento Mercantil.

O preço da compra foi baseado na avaliação de 70% de todo o patrimônio de cada uma das empresas adquiridas acrescido das posições em caixa. O valor final ainda está sujeito a ajustes de forma a refletir a variação patrimonial do Conglomerado Alfa.

O Safra se comprometeu a protocolar na CVM os respectivos pedidos de Oferta Pública de Aquisição (OPA) em até 30 dias. A conclusão da operação ainda depende da aprovação do Banco Central, do Cade e da Susep.

Silvio de Carvalho, presidente do Banco Safra, ressaltou a importância da aquisição para o grupo. "Marca um novo capítulo da nossa história". 

De acordo com Fábio Amorosino, CEO do Conglomerado Alfa, a transação "potencializará a qualidade, perenidade e excelência que sempre oferecemos aos nossos clientes e colaboradores.

David Safra, um dos acionistas controladores do Safra, afirmou que "a transação é um marco na história do banco no Brasil". "Compartilhamos valores, visão de longo prazo e paixão por trabalhar, isso nos dá enorme confiança na sintonia e sucesso dessa operação", disse.