SABMiller avança com especulação de aquisição pela AB InBev

Analistas questionam a especulação, dizendo que tal acordo seria contrário às recentes sinalizações da administração da AB InBev
A ação da SABMille subia 5,6% com o boato de aquisição (Regis Filho)
A ação da SABMille subia 5,6% com o boato de aquisição (Regis Filho)
C
Clementine Fletcher e Telma MarottoPublicado em 06/10/2011 às 11:07.

Londres/São Paulo - A SABMiller Plc, segunda maior cervejaria do mundo, teve a maior alta em quase três anos na bolsa de Londres depois que o site IG noticiou que a companhia pode ser comprada pela concorrente Anheuser-Busch InBev NV.

A ação subia 5,6 por cento às 10:32, depois que o colunista Guilherme Barros, do website localizado em São Paulo, dizer que um acordo poderia ser fechado por cerca de US$ 80 bilhões. Ele não disse como obteve a informação. O papel chegou a avançar 11 por cento, maior alta intradiária desde 24 de novembro de 2008.

Nigel Fairbrass, porta-voz da SABMiller, e Marianne Amssoms, porta-voz da AB InBev, se recusaram a comentar a informação.

Analistas questionam a especulação, dizendo que tal acordo seria contrário às recentes sinalizações da administração da AB InBev. A fabricante da Budweiser está “no tamanho certo” e com foco no crescimento orgânico, disse o presidente Carlos Brito em entrevista ao jornal holandês De Tijd em julho. A AB InBev, formada quando a InBev NV comprou a Anheuser-Busch Cos. em 2008 por US$ 52 bilhões, tinha uma dívida líquida de US$ 40,1 bilhões em 30 de junho.

“Levantar US$ 80 bilhões em um momento de mercado tão volátil parece uma tarefa difícil e tal acordo estratégico parece contradizer os comentários da administração da AB InBev”, disse Andy Smith, analista da MF Global, em e-mail hoje.

Pelo valor negociado hoje, a SABMiller tem um valor de mercado de 35,6 bilhões de libras esterlinas (US$ 54,5 bilhões). A AB InBev chegou a cair 2,2 por cento em Bruxelas e estava em queda de 1,2 por cento, a 39,13 euros.

A InBev adquiriu a brasileira AmBev, líder no mercado nacional de cervejas. O Brasil é o segundo mercado mais importante para a companhia e a terra natal da maioria dos membros de seu conselho de administração.

A SABMiller, fabricante das cervejas Grolsch e Peroni, acertou a compra da australiana Foster’s Group Ltd. por cerca de 9,9 bilhões de dólares australianos em 21 de setembro.