• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Queiroz Galvão tem aval da Aneel para venda de hidrelétricas a fundo Astra

A negociação vem em meio a uma crise financeira iniciada após a empresa ser alvo de acusações de corrupção investigadas pela Operação Lava Jato
Fundos: a Queiroz Galvão Energia negociou com o FIP Astra toda sua participação na Companhia Energética Santa Clara e na Queiroz Galvão Energética, além de toda sua parcela de 59 % na Cia Energética Chapecó (Divulgação/Queiroz Galvão)
Fundos: a Queiroz Galvão Energia negociou com o FIP Astra toda sua participação na Companhia Energética Santa Clara e na Queiroz Galvão Energética, além de toda sua parcela de 59 % na Cia Energética Chapecó (Divulgação/Queiroz Galvão)
Por Por Luciano Costa, da ReutersPublicado em 08/06/2018 15:04 | Última atualização em 08/06/2018 15:05Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - O braço de investimentos em energia da empreiteira Queiroz Galvão recebeu aval da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para vender suas fatias em três hidrelétricas ao fundo de investimentos em participações Astra, segundo publicação no Diário Oficial desta sexta-feira

A negociação vem em meio a um movimento da empreiteira para levantar recursos e pagar dívidas, em meio a uma crise financeira iniciada após a empresa ser alvo de acusações de corrupção investigadas por autoridades na Operação Lava Jato.

A Queiroz Galvão Energia negociou com o FIP Astra toda sua participação na Companhia Energética Santa Clara e na Queiroz Galvão Energética, além de toda sua parcela de 59 por cento na Companhia Energética Chapecó. Os valores do negócio não foram revelados.

Essas empresas controlam, respectivamente, a hidrelétrica Santa Clara, com 60 megawatts, a hidrelétrica Jauru, de 121,5 megawatts e a hidrelétrica Quebra Queixo, com 120 megawatts, todas já em operação segundo informações do site da Queiroz Galvão Energia.

De acordo com a Aneel, o prazo para implementação para a transação de alteração de controle dos empreendimentos é de até 120 dias.