Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Private equity não deve focar infraestrutura, diz Odebrecht

"Em qualquer projeto, os dividendos vêm somente depois de dez anos", atentou o presidente da Odebrecht

Modo escuro


	O investimento não faz sentido, segundo Odebrecht, uma vez que os projetos de infraestrutura não entregam o retorno esperado por esses fundos e não há liquidez para fazer desinvestimentos
 (Divulgação)

O investimento não faz sentido, segundo Odebrecht, uma vez que os projetos de infraestrutura não entregam o retorno esperado por esses fundos e não há liquidez para fazer desinvestimentos (Divulgação)

A
Aline Bronzati

Publicado em 15 de abril de 2013 às, 15h19.

São Paulo - Os fundos de private equity, que compram participações em empresas, não devem aportar grandes recursos em projetos de infraestrutura, na opinião do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht.

"Não entendi qual será o papel desses investidores no desenvolvimento da infraestrutura brasileira. Os fundos de private equity podem investir numa empresa, mas não em um único projeto", avaliou ele. O executivo participa da abertura do congresso anual da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP).

O investimento não faz sentido, segundo Odebrecht, uma vez que os projetos de infraestrutura não entregam o retorno esperado por esses fundos e não há liquidez para fazer desinvestimentos.

"Em qualquer projeto, os dividendos vêm somente depois de dez anos", atentou ele. Sobre a possibilidade de os fundos de private equity investirem nesses projetos via parceria público-privada, as chamadas PPPs, Odebrecht destacou que estes investidores têm desconforto em lidar com o risco governo. "Em PPPs, há riscos regulatórios, de crédito e de garantia", justificou ele.

Últimas Notícias

ver mais
Petrobras não está longe de ter uma realidade de eólica offshore e hidrogênio, diz Prates
seloMercados

Petrobras não está longe de ter uma realidade de eólica offshore e hidrogênio, diz Prates

Há 3 horas
Follow-ons já captaram R$ 29,3 bilhões em 2023, informa B3
seloMercados

Follow-ons já captaram R$ 29,3 bilhões em 2023, informa B3

Há 3 horas
Cappellano será presidente da Stellantis na América do Sul com promoção de Filosa a CEO da Jeep
seloMercados

Cappellano será presidente da Stellantis na América do Sul com promoção de Filosa a CEO da Jeep

Há 4 horas
Embraer assina MoU com centro SIAEP, autorizado na Ásia-Pacífico para serviços de E-Jets E2
seloMercados

Embraer assina MoU com centro SIAEP, autorizado na Ásia-Pacífico para serviços de E-Jets E2

Há 6 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais