Petz compra líder em tapete higiênico para cães e ação dispara 10%

Aquisição aumenta exposição internacional e, segundo CEO, está em linha com o objetivo de ser "mundialmente reconhecido como o melhor ecossistema pet até 2025"
Fachada de loja da Petz | Foto: Divulgação (Divulgação/Divulgação)
Fachada de loja da Petz | Foto: Divulgação (Divulgação/Divulgação)
Guilherme Guilherme
Guilherme GuilhermePublicado em 26/01/2022 às 12:23.

As ações da Petz (PETZ3) sobem 10% nesta quarta-feira, 26, após a rede de petshop anunciar a compra da Petix, avaliada em 70 milhões de reais. As principais marcas da empresa, responsáveis por 70% de sua receita, são a WizSmart, com atuação nos Estados Unidos, e a SuperSecão, líder de vendas de tapetes higiênicos para cachorros no Brasil.

O faturamento bruto da Petix foi de 135 milhões de reais, no ano passado, apresentando uma taxa de crescimento anual de 29% entre 2019 e 2021. Parte da expansão se deve à popularização de seu dos tapetes higiênicos, utilizado para que os cães façam suas necessidades no "lugar certo". A Petz projeta um aumento de 4 a 5 vezes na comercialização atual do produto. Cerca de 300.000 cachorros já utilizam os tapetes da Ptix de forma recorrente.

Um dos pontos fortes da companhia está no processo de fabricação do produto, que utiliza gel absorvente extraído de fraldas humanas que não foram utilizadas e que seriam descartadas. A empresa, segundo a Petz, é capaz de reprocessar mais de 600 milhões de fraldas humanas por ano. A companhia conta com 8.000 pontos de venda, que ajudarão a Petz a ampliar sua cobertura nacional e seu índice ominichannel.

Aprenda quais são os tipos de investimentos e como montar a sua própria carteira neste curso completo e acessível da EXAME.

"A aquisição da Petix confirma nossa proposta de nos associarmos a líderes de mercado, com diferenciais relevantes em suas áreas de atuação, trazendo novas competências para o Grupo Petz e contribuindo com a nossa visão de ser mundialmente reconhecido como o melhor ecossistema do segmento pet até 2025", afirma, em nota, Sergio Zimerman, CEO e fundador da Petz.

A Petz manterá os principais executivos à frente da operação da Petix, incluindo os fundadores Rogério Haddad, CEO, e Luiz Fernandes, CMO.

A transação envolve 35 milhões de reais em ações mais 25 milhões de reais em dinheiro por 100% do capital da Petix. Na data da incorporação da companhia, seus atuais acionistas receberão 1,650 milhão de novas ações da Petz. O montante ainda poderá ser acrescido em 10 milhões de reais, dependendo do desempenho da Petix entre 2023 e 2025.

O negócio foi bem recebido pelos participantes do mercado. Na Ativa, analistas ressaltaram as potenciais sinergias. A principal, pontuam, seria com a Zee.Dog "que ainda fabrica seus tapetes higiênicos no exterior, podendo agora internalizar parte dessa produção". Já analistas da Guide elogiaram o "desconto significativo" nos valores da transação e o ganho de presença internacional com a marca WizSmart.